Diabetes afeta quase 1 em 11 adultos no mundo, diz OMS - Diabetes, Vida e Comunidade

Diabetes afeta quase 1 em 11 adultos no mundo, diz OMS

25/07/2016 - GP1


De acordo com um relatório divulgado neste ano pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a diabetes atinge quase 1 em cada 11 adultos no mundo. Nos anos 1980, havia cerca de 108 milhões de casos confirmados da doença, esse número elevou para 422 milhões em 2014.

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, o Brasil é o quarto país do mundo com maior número de pessoas que possuem a doença. Atualmente, o país tem 14 milhões de diabéticos, esse número equivale cerca de 12% da população adulta.

De acordo com a Folha de São Paulo, existem dois tipos de diabetes: a do tipo 1 que corresponde cerca de 10% dos casos e atinge principalmente crianças e adolescentes. E a do tipo 2, que corresponde 90% dos casos e atinge pessoas com mais de 40 anos e está relacionada à obesidade e sedentarismo.

Segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes, Luiz Alberto Andreotti Turatti, os principais sintomas de diabetes do tipo 1 é sede, excesso de urina e cansaço. Já no tipo 2, as pessoas não costumam sentir sintomas, “a gente chama o tipo 2 de doença silenciosa. Ela é traiçoeira, porque a maioria das pessoas não tem sintomas, a não ser que a doença esteja descontrolada", fializou Turatti.

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.