Crianças expostas à TV e videogames têm maior risco de desenvolver diabetes, aponta estudo - Diabetes, Vida e Comunidade

Crianças expostas à TV e videogames têm maior risco de desenvolver diabetes, aponta estudo

22/03/2017 - https://www.administradores.com.br/


Crianças que passam mais tempo expostas a TVs, videogames ou smartphones enfrentam um risco maior de desenvolver diabetes tipo 2. É o que aponta um estudo conduzido por pesquisadores das universidades de Londres e Glasgow, na Inglaterra.

De acordo com o estudo, o tempo de exposição a telas tem uma relação direta com maiores indicadores de gordura corporal e resistência à insulina. Os pesquisadores, no entanto, afirmam que não é o tempo de exposição em si que aumenta os riscos.

"O tempo de tela está relacionado com nossos comportamentos -- a quantidade de tempo que uma pessoa permanece sedentária e seus hábitos alimentares, potencialmente", conta Claire Nightingale, coautora do estudo e médica estatística da Universidade de Londres, ao The Guardian.

A relação entre o sedentarismo infantil e problemas relacionados a obesidade e diabetes é um fenômeno que vem sendo observado há alguns anos. Um estudo de 2011 aponta o impacto dos videogames no metabolismo de glicose em crianças com diabetes tipo 1. Segundo a pesquisa, o hábito de jogar videogames poderia induzir a um estado de excitação suficiente para ativar o sistema nervoso simpático -- aquele que dá respostas imediatas a situações externas -- e alterar a curva de glicemia.

Crianças que sofrem de diabetes tipo 1 -- quando o pâncreas não produz insulina suficiente -- e estão mais expostas a videogames precisariam de doses maiores de insulina para controlar as taxas de açúcar no sangue.

O efeito do sedentarismo na evolução do diabetes tipo 2 -- que está mais relacionado à dieta e falta de exercícios -- é conhecido em adultos, mas há poucas pesquisas que apontam os efeitos em jovens. Para provar a relação, os pesquisadores analisaram dados de entrevistas realizadas com 4,5 mil crianças com 9 a 10 anos de idade entre 2004 e 2007.

As crianças eram estudantes de escolas primárias nas cidades de Londres, Birmingham e Leicester. Os dados pertencem ao Child Heart and Health Study in England.

As entrevistas incluem dados sobre o tempo diário dedicado à TV, videogames ou jogos de computador. As fichas individuais incluem informações sobre a gordura corporal e resistência à insulina. Do total de crianças, 2031 tiveram suas práticas de atividades físicas monitoradas.

Os resultados revelam que 37 das crianças disseram que passam uma hora ou mais assistindo TV ou jogando no computador todos os dias; 18% afirmaram passar mais de três horas em frente às telas.

Na comparação dos grupos, os cientistas descobriram que as crianças que somavam mais de três horas diárias de tempo de tela contavam pontuações mais altas de gordura corporal e até 10,7% de níveis mais altos de insulina após um período de jejum; 10,5% apresentaram níveis mais altos de resistência estimada à insulina e 9,3% tinham maiores níveis de leptina, hormônio que controla o apetite. Todos os indicadores são fatores de risco para o desenvolvimento de diabetes tipo 2.

O estudo não fez um acompanhamento posterior para saber quais das crianças, de fato, chegaram a desenvolver diabetes tipo 2. No entanto, com a popularização de smartphones e exposição cada vez maior das crianças a telas, a hipótese não é animadora.

"O número crescente de diabetes tipo 2 em crianças é uma estatística alarmante e problemas relacionados à obesidade deveriam ser responsabilidade de todos nós", afirma Dan Howarth, diretor da Diabetes UK, ao The Guardian. "Encorajar a prática de atividades físicas sobre uma vida sedentária, bem como uma redução do tempo de tela e dietas balanceadas tem um papel significativo", explica.

A incidência da doença atingiu níveis alarmantes nas últimas décadas e as projeções não são boas. Em 1980, cerca de 4,7% da população adulta do planeta -- 108 milhões de pessoas -- sofria de diabetes. Em 2014, a estimativa era de 422 milhões de pessoas -- 8,5% da população adulta.

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.