Jejum pode ajudar a combater diabetes e problemas no pâncreas, diz estudo - Diabetes, Vida e Comunidade

Jejum pode ajudar a combater diabetes e problemas no pâncreas, diz estudo

03/04/2017 - https://climatologiageografica.com/


Cientistas chegaram a resultados interessantes para a luta contra a diabetes a partir da aplicação de jejum em ratos de laboratório. A dieta foi capaz de reverter sintomas de diabetes e recurar as funções do pâncreas. O truque consiste em fazer o corpo do rato entrar em modo de jejum por alguns dias durante o mês, enquanto alimentos selecionados são administrados aos poucos, restaurando assim as funções de órgãos vitais e aprimorando a produção de insulina, de acordo com os pesquisadores. A diabete, em poucas palavras, ocorre quando o pâncreas não consegue produzir insulina, ou quando existe resistência à insulina.

Agora, os cientistas dizem ter revertido os dois casos em ratos que possuem a doença. “Levando os roedores a estágios extremos e depois os trazendo de volta, as células do pâncreas são forçadas a realizar uma espécie de reprogramação”, disse Valter Longo, líder da equipe de pesquisa realizada na Universidade do Sul da Califórnia.

Em seres humanos, a dieta do jejum já foi ligada a uma maior facilidade na perda de peso, e estudos anteriores também relacionaram a dieta a uma diminuição dos fatores de risco para doenças coronárias e câncer. A dieta também foi ligada com uma redução nos sintomas da esclerose múltipla, então ela pouco a pouco está ganhando certa reputação entre os cientistas. Em muitos casos, fazer com que o corpo passe fome parece “resetar” a produção de células saudáveis no corpo.

Para que os cientistas chegassem a esses resultados, eles utilizaram a dieta em questão por quatro dias na semana dentro de um período de alguns meses. Os cientistas descobriram que isso é suficiente para regenerar as células betas do pâncreas, responsáveis por armazenar e liberar insulina. As células danificadas foram substituídas por outras em perfeito funcionamento. Além disso, a equipe realizou experimentos em culturas de células pancreáticas de doadores humanos com diabetes tipo I. Em outras palavras, os indícios são bons de que isso tudo pode funcionar em seres humanos.

Entretanto, não troquemos os pés pelas mãos. Até o momento, o estudo envolveu apenas roedores e células humanas em condições de laboratório. Por isso os pesquisadores alertam que tentar fazer isso em casa, por conta própria, pode não ser seguro. Além disso, a dieta requer níveis controladíssimos de calorias e tipos de alimentos para ser efetivo. Então ainda é necessário encontrar mais evidências médicas.

O próximo passo, de acordo com os cientistas, é realizar testes clínicos em seres humanos, e já existem preparativos para tanto.

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Outubro - 2017
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.