O adoçantes são mesmo seguros?<br> - Diabetes, Vida e Comunidade

O adoçantes são mesmo seguros?

06/07/2017 - http://www.delas.pt/o-adocantes-sao-mesmo-seguros/


Peritos nacionais e internacionais em endocrinologia, pediatria, nutrição e atividade física estiveram reunidos em Lisboa um congresso sobre adoçantes. As conclusões do congresso foram hoje tornadas públicas e resumem-se a: os adoçantes não fazem mal à saúde.

“O papel do adoçantes sem ou de baixas calorias na alimentação, a sua segurança, as medidas regulatórias e os aspetos nutricionais e dietéticos do seu uso nos alimentos e bebidas” foram os aspetos abordados besta reunião da Fundação para a Investigação Nutricional.

Lluís Serra-Majem, Catedrático em Medicina Preventiva e Saúde Pública, Diretor do Instituto de Investigações Biomédicas e Sanitárias da Universidade de Las Palmas da Gran Canária, em Espanha, e presidente da Fundação afirmou:

“Os adoçantes constituem um elemento de inegável interesse e atualidade, apesar de existir um certo desconhecimento por parte de alguns setores da população e do âmbito académico, pelo que se tornou necessário este encontro internacional, que vai fazer a análise do seu uso, benefícios, segurança e os aspetos legislativos e regulatórios, com o objetivo de criar posteriormente um documento de consenso”.
A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Setembro - 2017
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.