O diabetes é contagioso?<br> <br> - Diabetes, Vida e Comunidade

O diabetes é contagioso?

14/08/2017 - https://www.cartacapital.com.br/revista/964/o-diabetes-e-con


Parece absurdo, mas alguns cientistas acham que o diabetes pode ser transmitido, à semelhança de muitas doenças infecciosas. O diabetes tipo 2, a forma mais frequente, afeta milhões de brasileiros.

Apesar de as causas da doença não serem conhecidas por completo, os especialistas observam intolerância a carboidratos, hiperglicemia, resistência aos efeitos fisiológicos da insulina (hormônio que controla os níveis de açúcar no sangue), redução da secreção de insulina e má função das células do pâncreas responsáveis pela regulação desse hormônio.

Recentemente, pesquisadores observaram, por meio de biópsias de pâncreas de pacientes com diabetes tipo 2, frequente acúmulo de amiloide (fibras microscópicas de peptídeos e proteínas) nas regiões do pâncreas que secretam a insulina, conhecidas como ilhotas de Langerhans.

Em muitos órgãos já estudados, como o coração, por exemplo, a amiloidose ou depósitos excessivos de amiloide possibilitam progressiva disfunção desses órgãos, levando a doenças graves.

No pâncreas também podem levar a alterações importantes na função das células e contribuir no desenvolvimento do diabetes. Algumas das proteínas encontradas nas ilhotas do pâncreas de diabéticos apresentam uma estrutura peculiar, semelhante aos príons. Esses, sim, para quem não se lembra, são implicados na transmissão da doença da vaca louca.

Um estudo publicado na revista The Journal of Experimental Medicine, realizado por cientistas liderados pelo doutor Claudio Soto, da Universidade do Texas, em Houston, tentou avaliar se seria possível induzir diabetes tipo 2 em animais de laboratório, simplesmente injetando as proteínas semelhantes ao príon (chamadas de IAPP) que infiltram no pâncreas de diabéticos.

E conseguiram. Deflagraram diabetes em camundongos saudáveis pela simples injeção do IAPP.

Os cientistas cumpriram várias etapas, desde células de pâncreas cultivadas em placas no laboratório onde induziram o depósito de IAPP até o estudo final onde injetaram extratos de IAPP em animais e induziram os sinais típicos do diabetes.

Mais ainda, quando analisaram o pâncreas desses camundongos injetados, constataram a morte progressiva das células das ilhotas de Langerhans e a diminuição da produção de insulina. Concluíram que é possível produzir um quadro clínico e laboratorial típico de diabetes pela administração do IAPP.

O doutor Soto, por outro lado, alerta que isso não prova que o diabetes é uma doença infecciosa, nem que seria possível, ou simples, transmiti-la entre pessoas. Mais estudos serão desenvolvidos no futuro próximo para ver as implicações desses resultados impressionantes.

Vão testar se existem riscos de sua transmissão, à semelhança dos príons da doença da vaca louca, através de tecidos ou fluidos, como transfusão de sangue ou alguns alimentos como a carne. Por enquanto, é uma hipótese científica interessante, mas as implicações desses resultados iniciais, se confirmadas, podem ter enorme impacto.
A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.