Mau hálito pode estar relacionado com diabetes e problemas cardíacos<br> - Diabetes, Vida e Comunidade

Mau hálito pode estar relacionado com diabetes e problemas cardíacos

22/09/2017 - http://noticias.r7.com/saude/mau-halito-pode-estar-relaciona


Você provavelmente já conheceu alguém que tem mau hálito. Muito mais do que o incômodo do dia a dia ou de uma questão social, este desconforto pode esconder outras doenças, como a diabetes e até mesmo problemas no coração. Nesta sexta-feira (21), Dia Nacional de Combate ao Mau Hálito, o R7 conversou com o dentista e especialista em ciências dentais Mario Groisman sobre as principais causas e como combater a halitose, popularmente chamada de bafo. De acordo com o especialista, por meio do mau cheiro é possível identificar diferentes sinais e alertas ligados à saúde.

— O paciente diabético tem um hálito com mais ureia — substância produzida pelo fígado, após a digestão de proteínas —, característico de uma pessoa que está com o nível de glicose muito abaixo do normal. Isso também acontece em pessoas que estão em jejum por muito tempo. Agora, o paciente com doença periodontal, que afeta a gengiva e os ossos, é alguém que pode ter uma correlação forte com a endocardite bacteriana [doença infecciosa no coração].

A ABHA (Associação Brasileira de Halitose) estima que cerca de 30% da população brasileira tem halitose ou terá em algum momento da vida. De acordo com especialistas, existem mais de 60 fatores que podem alterar o cheiro da boca, mas a principal deles é a saburra lingual, que é uma placa bacteriana esbranquiçada [também poder amarelada ou amarronzada] e que se forma no fundo da língua.

Outras causas bastantes comuns são cáries, doenças metabólicas como hipertireoidismo e insuficiência renal, bulimia e leucemia. O problema também é comum em pessoas estressadas e em idosos que tomam antidepressivos, explica Groisman.

— Geralmente nós encontramos muitos idosos com mau hálito, isso tem a ver com a diminuição da saliva, por causa do uso de antidepressivos.

De acordo com a ABHA, cerca de 90% das causas têm origem na boca e apenas 2% no estômago. Entretanto, não existe uma faixa etária ou um sexo em que o problema é mais comum.

Diagnóstico e tratamento

Mario explica que a doença não tem sintomas e que geralmente o diagnóstico do mau hálito é feito dentro de casa.

— Normalmente é o companheiro, o parceiro ou o amigo que acaba falando, porque pouca gente tem intimidade para dizer esse tipo de coisa. É muito raro a pessoa chegar no consultório, já sabendo que ela tem mau hálito. Quando ela descobre é um grande problema, porque a autoestima abaixa, piora a qualidade de vida, porque a pessoa não quer sair, socializar.

Segundo o dentista, é necessário tratar as cáries e a doença periodontal, além de fazer a higienização correta da boca e realizar acompanhamento médico periodicamente.

— Aposte na escovação e fio dental duas vezes ao dia. Escove a parte de trás da língua evitando machucá-la, apenas removendo a camada de muco. Além disso, escove os dentes depois de ingerir alimentos com odor forte.

Cuidados bucais

Ingerir alimentos fibrosos como a maçã e a cenoura diminuem o mau hálito, porque eles raspam os dentes e tiram as bactérias, ajudando na higienização.

Por isso, Mario Groisman separou sete dicas para ajudar a combater o mau hálito. Veja abaixo:

-Evite alimentos como ketchup, mostarda, picles, alho e cebola, que só pioram o mau cheiro.

- Beba bastante água.

- Abuse dos alimentos crus, principalmente as frutas, que são ótimos para a limpeza dos dentes.

- Os chicletes e balas são um artifício para disfarçar o mau cheiro por algum momento, mas normalmente apresentam açucares que, em excesso, podem levar à carie, já que a higiene bucal não será feita imediatamente.

- Se for beber, intercale o consumo de bebida alcoólica com a água, já que o álcool diminui o fluxo da saliva, ressecando a boca e causando o mau hálito.

- Respirar pela boca é um hábito que também provoca ressecamento, promovendo uma descamação excessiva de células da mucosa bucal. Por isso, respire fundo pelo nariz.

- Use sempre o fio dental. Isso é fundamental para retirar o excesso de comida entre os dentes e evita o aparecimento do cheiro ruim!
A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Dezembro - 2017
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.