Convocação para Pesquisa sobre Diabetes

14/2/2003 - Comunidade DiabeteNet.Com.Br


Diabetes é decorrente da falta do hormônio insulina ou da resistência à ação da insulina (isto é, incapacidade da insulina de exercer seus efeitos adequadamente). Os portadores de diabetes tem valores de glicose(açúcar) elevados no sangue (hiperglicemia) e distúrbios do metabolismo de gorduras e proteínas. Diabetes está associado a complicações agudas ( como a cetoacidose diabética, em situações de extrema deficiência da ação insulínica) e complicações tardias , acometendo olhos, rins, nervos, coração e vasos sanguíneos.

Há 2 tipos principais de diabetes:
Tipo 1: ocorre geralmente em crianças e adolescentes, decorrente da destruição das células do pâncreas que produzem insulina. Por isso, as pessoas necessitam tomar várias doses de insulina por dia para manterem sua glicemia adequada. O risco de mais alguém da família vir a desenvolver diabetes é aproximadamente 6%.

Tipo 2: ou diabetes do adulto, é o tipo mais freqüente . Ocorre geralmente após os 40-50 anos de idade, muitas vezes associado a obesidade, hipertensão, doença cadíaca e circulatória. Neste caso, o risco familiar de diabetes pode chegar a 30%.

O aumento da freqüência de diabetes no mundo, particularmente o tipo 2, está relacionado principalmente à crescente obesidade e falta de exercícios físicos, situações que dificultam a ação da insulina, e possivelmente terá repercussão negativa na qualidade de vida das pessoas neste século. Para evitar problemas futuros é muito importante a prevenção do diabetes.

Como esta prevenção está sendo feita ?
Há várias pesquisas sendo realizadas no mundo para prevenção do diabetes tipo 1 e tipo 2. Na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo temos 2 estudos, já aprovados pela Comissão de Ética do Hospital das Clínicas:

1)Estudo em diabetes tipo 2
Estudo Navigator, patrocinado pelo laboratório farmacêutico Novartis, em FAMILIARES DE DIABÉTICOS TIPO 2, QUE NÃO TÊM DIABETES. Os familiares que quiserem participar farão um teste chamado curva glicêmica, com coletas de sangue antes e 2 horas após ingerirem glicose, para verificar se têm PROPENSÃO para diabetes. Neste caso serão acompanhados durante 5 anos e tratados com 2 tipos de medicamentos( para avaliar se os medicamentos previnem o aparecimento do diabetes,doenças cardíacas ou circulatórias), ou receberão apenas placebo(comprimido sem medicação). Os medicamentos testados são a nateglinida (que melhora a secreção de insulina pelo pâncreas) ou valsartam (que melhora o efeito da insulina). Estes dois medicamentos já são utilizados no tratamento do diabetes e da hipertensão. Neste período os familiares terão acompanhamento médico, orientações sobre alimentação e exercício físico, farão exames de sangue e urina periódicos, eletrocardiograma e receberão glicosímetro (aparelho para medir glicemia).

2) Estudo em diabéticos tipo 1
Neste estudo não estamos fazendo ainda nenhum tratamento para a prevenção. Estamos identificando os genes que causam diabetes no nosso país e os anticorpos contra proteínas do pâncreas ( que indicam que está ocorrendo destruição das células produtoras de insulina). Com estes exames é possível o diagnóstico precoce da doença em familiares de diabéticos do tipo 1, muito antes (meses ou anos) dos sintomas, e ajudarão nas pesquisas sobre este tipo de diabetes.Estes exames são feitos com apenas uma coleta de sangue e são gratuitos.

Caso você tenha interesse em participar de um destes estudos, entre em contacto com Sra Márcia, na Faculdade de Medicina da USP cmarcia@bol.com.br


Dra Maria Elizabeth Rossi da Silva
Assistente-Dr do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Prof. Colaboradora da Faculdade de Medicina da USP
A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

  • Carlos Alberto Perei
    22/5/2009 - 20:58

    gostaria de fazer parte das pesquisas que voces estão fazendo, sou diabético, hipertenso e tenho problemas de nervos, faço uso de insulina NPH e UMOLOG REGULAR, e gostaria de todos os remédios e informações que puderem me enviar. Obrigado
    ASS: Carlos Alberto Pereira de Azevedo

  • ana lucia
    30/6/2009 - 20:09

    ola, sou ana lucia, de sao paulo, capital, tenho uma filha de 8 anos e que ha cerca de 01 ano e 2 meses foi diagnostica com diabetes tipo 1. gostaria de saber se vcs estao recrutando pacientes para pesquisa e como faço para obter informaçoes.
    obrigada,
    ana lucia

  • Carmen
    24/9/2009 - 16:25

    Meu resultado Glicose deu 91 e minha mae é diabetica tipo 1 será que estou com diabete. tenho 48 ano
    abraços

  • Jaqueline
    24/10/2009 - 16:27

    Oi meu nome é Jaqueline tenho 24 ano, e faz 3 anos que descobri que sou diabética.
    Gostaria muito de ser recrutada para alguma pesquisa, e se tem algum site ou telefone que eu possa entrar em contatopara obter informações...
    Obrigada

  • marleide
    10/11/2009 - 19:36

    me chamo marleide descobre que sou diabetica aos 24 anos de idade.mais sempre senti os sintomas desde criança eu passava mal e não sabia nos moravamos na roça e nem no medico nós iamos.logo depois que eu descobri que era diabetica eu engravidei.e foi muito complicado.hoje estou com 32 anos e não consigo controlar eu estava tomando insulina.mais começei asentir muita dor de cabeça.é como se eu fosse ficar louca uma coisa apertando a minha cabeça parei por conta e começei a tomar comprimido me sinto melhor mais a cardiologista falou que ta tudo errado me ajuda não sei mais o que fazer.e minha diabetes já chegou a 461 e eu não senti nada mais quando chega a 260 eu quero morrer chora fico muito nervosa eu entro em panico eu estou com depressão não sei se e isto também.por favor me ajude...obrigado

  • Janete Oliveira
    21/1/2010 - 17:06

    Olá tenho 30anos , e sou DM desde dos 13anos.
    Ja tenho problemas causados pelo DM, tipo retinopatiadiabetica, nefropatiadiabetica, has,e queria saber5 se posso participar de alguma pesquisa feita , sobre o DM, se tiver como entre em contato comigo por favor.
    Um grande bjo a todos!!
    ATT Janete Oliveira

  • Luciana M. L. Lopes
    16/2/2010 - 16:32

    Oi, sou diabética há 32 anos, tipo 1. Estou com uma complicação ( Neuropatia diabética periférica). Faço acompamento em Ribeirão Preto SP e moro em Minas Gerais, 110 Km de distância. O diabetes que tenho é muito instável e as vezes fica descontrolado. Já passei muito mal e até quase morri, entrava muito em coma, por último, já estava demorando muito pra voltar do coma ( hipoglicemia). Então gostaria de saber se tem alguma pesquisa que eu possa participar. Por favor, me avisem ou até me dê o endereço. Gostaria de ser curada, tenho muita FÉ que isso pode acontecer... Obrigada. 16-02-2010 16:40 Luciana MG

  • Wellington
    17/2/2010 - 09:21

    Bom dia, tdo bem?Espero que sim...sou diabético insulino-dependente há 9 anos.Tenho sofrido mto com isso,pois ele é lábil(ora alto demais, ora baixo demais).Sofro com fortes dores nas pernas e tbém pelo corpo..Já tive microhemorragia ocular e tdo está mto difícil, poiis não tenho mto estímulo para lutar contra essa doença.Me informem se houver seleção para pesquisas.Tenho 30 anos e estou disposto a cooperar com a ciência, em prol da cura...Mto obrigado..Wellington.São Lourenço MG

  • joice
    4/3/2010 - 21:06

    boa noite!tudo bem ? sou diabetica desdo meus 8 anos de idade, atravez da diabetes tenho doença celiaca uso insulina , por causa da diabete n crecsi mto sofro demais pois ja fui 4 veses pra uti , hj tenho 14 anos e meus amigos me abusa pq sou magra e pequena eu queria ficar curada pois estou disposta a cooperar com vcs me ajudem !!
    ME ENFORME SE OUVER SELEÇAO PARA PESQUISAS!
    por favor me ajudem!
    71 87815904

  • joice
    4/3/2010 - 21:07

    voltei !
    moro em salvador bahia !

  • jorcelina
    5/3/2010 - 15:32

    gostaria de saber mais como podemos ajudar nessas pesquisa se pode ter risco de vida ou ano temho uma filha de 12 anos ea 3 meses descobrimos a doença e e muito triste uma criança se privar de muitas coisas eu gostaria de mais informaçao e gostaria que a minha filha pudesse te uma chance de ser curada ja que a doença esta no comeso me mande resposta se vier afazer alguma selesao de volumtarios moro no rio de janeiro ha minha filha toma insulina 4 vezes ao dia

  • jorcelina
    5/3/2010 - 15:32

    gostaria de saber mais como podemos ajudar nessas pesquisa se pode ter risco de vida ou ano temho uma filha de 12 anos ea 3 meses descobrimos a doença e e muito triste uma criança se privar de muitas coisas eu gostaria de mais informaçao e gostaria que a minha filha pudesse te uma chance de ser curada ja que a doença esta no comeso me mande resposta se vier afazer alguma selesao de volumtarios moro no rio de janeiro ha minha filha toma insulina 4 vezes ao dia

  • leci rodriguesdonasc
    15/8/2010 - 22:03

    ola boa noite td bem?sou diabetica e gostaria de fazer parte das pesquisas de vcs ,pois sou hipertenço,tenho problema de nervo,sou obesa,tenho colesterol alto e trigliseridio,por isso estou disposta a fazer parte das pesquisa se puder ,eu moro em rondonia e aqui e muito fraco de medico sobre essas doenças.

  • ANA LUCIA
    20/8/2010 - 08:12

    QUERIA SABER ACIMA DE QUE NÚMERO EU SEI SE TENHO DIABETES OU NÃO. EX: MINHA GLICOSE ESTÁ EM 100, QUAL A TAXA QUE DIARIA SE TENHO OU NÃO.

  • wania
    21/11/2010 - 03:44

    Ola prezados pesquisadores e doutores .Gostaria de saber se ja existe cirurgia para me livrar dessa enfermidade.Tenho 48 anos tenho diabete desde 35, mas as taxas minhas sao muito altas.acima de 250 chegando constante em 400./ Queria muito saber se posso submeter a cirurgia .Tomo inssulina. metaformim 850mg. glipizade,actos e remedios para colesterol.Queria muito saber se tem um jeito para medicina me ajudar? Por favor me respondam.Desde ja agradeco Wania Moreira

  • taina
    28/2/2011 - 17:49

    com e vita a diabete

  • alessandra
    3/4/2011 - 12:24

    ola prezados meu nome é alessandra tenho 13 anos e tenho diabete so entrei aqui pq minha professora me pediu pra mim fazer uma pesquisa sobre a diabetes desculbi que eu tinha com 11anos e até hoje eu sofro com isso

  • lisa
    13/6/2011 - 22:17

    mentruasao

  • fgyuçjlvp´[
    17/4/2012 - 20:11

    ,ç]/´l~çvfv.´pvgçíp-f9ogtidçxdçorko´plclkfukope4kypse[l

  • 542312
    10/6/2013 - 14:14

    ola meu nome eva thayna e tenho 12 anos minha vo´ tem diabete e eu tenho colesterol alto e tenho muito medo de ficar diabetica a minha vo´ ela agora ela esta com derrame quase morria mais graças meu deus poderoso ela ja esta boa so´ nao pode movimenta o braço direito mais deus e mais ela vai ficar melho eu creio entao vc que que desisti da batalha nao desista a diabete nao tem cura mais tem tratamento amem

Cadastre seu comentário!

585 Usuários On-Line




Surgyplast


Novos Associados

Bem-vindos:

  • Eny - SP
  • Luciana - SP
  • Beatriz - PR
  • Joao - DF
  • Durval - se
  • Samia - CE
Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum