Resistência à insulina associada a níveis baixos de testosterona em homens

17/6/2002 - Revista Diabetes Clinica


Homens resistentes à insulina têm também níveis reduzidos de testosterona, segundo este estudo, pela qual a diminuição de secreção de testosterona pode ser a consequência de alterações no eixo hipotálamo-hipofisário-gonádico e de diminuições em sex-hormone binding globulin (SHBG). Os autores pesquisaram se existe uma relação dose-resposta entre o aumento da resistência à insulina e a secreção de testosterona em homens saudáveis. 11 homens saudáveis, idade 40-55 anos, efetuaram testes de testosterona e SHBG. O IMC médio era 26, com intervalo 22,5 a 32,7, e o nível médio de testosterona no início era de 558 ng/dl. O nível médio de SHBG era 27 nmol/l. Os participantes fizeram um teste de tolerância à glicose de 75g via oral para fornecer um índice de sensibilidade à insulina do corpo inteiro (ISI), baseado em níveis de glicose e insulina. O ISI foi de 11, com intervalo 5-15. Num subgrupo de 8 indivíduos, os autores avaliaram a secreção de testosterona e gonadotropina com amostras de sangue dos participantes cada 10 minutos durante 12 horas. Os esteróides sexuais e gonadotropinas dos participantes foram inicialmente supressos por antagonista da gonadotropin-releasing hormon (GnRH). Os participantes receberam aplicação endovenosa de 750 mg/kg de GnRH, para os autores acessar a sensibilidade da hipófise: para avaliar a função da célula de Leydig, os participantes receberam um teste de estimulação com HCG (Human Chorionic Gonadotropin), com injeção intramuscular de 1000 UI. Os autores acharam que ISI é fortemente correlato com os níveis de SHBG (p < 0,05). A relação entre ISI e testosterona existe, mas não é significativa (p = 0.09). ISI é fortemente correlato com amplitude do hormônio luteotrópico (p < 0.05), o que indica uma resposta da hipófise à insulina, Na avaliação da resposta testicular, os pesquisadores observaram uma correlação significativa entre ISI e a resposta da testosterona à gonadotropina coriônica em 24 horas (p < 0.05). Segundo os autores, "é importante encontrar um tratamento pra observar se a inversão da resistência à insulina pode melhorar a secreção de testosterona. Os homens que apresentam uma resistência à insulina devem ser encorajados a perder peso. Entretanto, devemos também pesquisar se os agentes sensibilizadores à insulina podem melhorar a secreção de testosterona."

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

  • julio
    9/4/2012 - 17:45

    nao acho o que preciso to procurano
    a 6 meses

Cadastre seu comentário!

163 Usuários On-Line




Surgyplast


Novos Associados

Bem-vindos:

  • Lidiane - PR
  • Waldenita - BA
  • Laerte - SP
  • Solange - SP
  • Carla - RJ
  • Marconi - PE
Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Agosto - 2014
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31