Aldair Lima Silva: "Deus ajudará a todos que estão passando o que passei..." - Diabetes, Vida e Comunidade

Aldair Lima Silva: "Deus ajudará a todos que estão passando o que passei..."

01/04/2003 - Comunidade DiabeteNet.Com.Br


Meu nome é Aldair e, até seis anos atrás, fazia tudo que pensasse. Mas, infelismente, os meus rins pararam - pelo fato de eu ser diabético há vinte e dois anos -, e tive que me submeter às sessões de hemodíalise três vezes por semana.

Inscreví-me no Hospital das Clinicas para fazer um transplante duplo (pâncrêas-rim), e fiquei esperando por seis anos.

Mas ... sabe quando você acredita só em Deus e em mais nada... ?

Foi quando um dia, na hemodíalise, o Dr.Luis Menegazzo (meu nefrologista) perguntou-me, se eu não queria transferir-me para o Hospital Albert Einsten. Aceitei e fui transferido.

Conversei com o médico cirurgião de transplantes daquele hospital, Dr. Marcelo Perosa, e em quinze dias fui chamado para fazer o transplante.

Fiquei muito emocionado quando o Dr.Luis e o Dr.Marcelo me chamaram. Fui com o pensamento em Deus para que tudo desse certo e fosse tudo bem. Foram quase 14 horas de cirurgia e, graças a Deus, correu tudo maravilhosamente bem.

Fiz meu transplante no dia 14 de novembro de 2002 e tive alta no dia 23 do mesmo mês.

Especialmente para mim, e para todos, foi o presente de Natal que eu mais queria. Graças a Deus, aos médicos e a todos que participaram do meu transplante, eu só tenho a agradecer.

Hoje em dia tenho uma vida completamente saúdavel e normal. O diabetes, que eu tive por vinte e dois anos, acabou de uma vez por todas.

Para aqueles que estão ainda aguardando o seu transplante, seja duplo ou isolado, tenham muita fé em Deus e nos médicos e pensem positivo que tudo dará certo.

E para aqueles que querem fazer só o transplante renal, eu estou muito bem hoje em dia e faço votos que todos também fiquem.

"Somente quem está naqueles aparelhos ligados (máquinas de hemodíalise), sabe o sofrimento que está suportando. Fica calado, sem dizer pra ninguém... Não adianta dizer absolutamente nada. Tenha fé em Deus e se cuide.
Deus ajudará todos que estão passando pelo já passei..."


Um abraço,

Aldair Lima Silva.
A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

  • ELIANE DE C.S.VIANEY
    06/08/2009 - 11:09

    Sou diabética á 21 anos.Fiquei desde dos 19 anos.
    Em 11/11/2007 tive uma crise ficando com inflamação nos rins apresentando uma glicemia acima de 700.
    Entrando em coma por 3 dias na UTI.Graças a DEUS
    retornei, pois foi um MILAGRE dito ao meu marido pelos próprios medicos de plantão.
    Minha mãe é quem me acompanhou na ambulãncia para o hospital.
    Só lembro de ter dado entrada da emergência
    do hospital muito mal.Dizendo para minha mãe não enxergar mais nada.Rezei um PAI NOSSO e entreguei minah vida em suas mãos.
    Quando retornei no terceiro dia na UTI do hospital.
    Meu marido estava conversando com o médico onde o mesmo disse que foi um MILAGE.
    Sei que uma nova oportunidade me foi dasde e tenho que aproveitá-la e é o que passei a fazer tendo outra visão pela frente*
    AMIGOS, NUNCA DESISTAM A LUTA CONTINUA!!!!!!

  • Francileide
    21/02/2010 - 08:54

    Descobri o diabetes há dois anos. O adquiri por historico familiar e também por estar acima do peso. Não gosto dessa situação. dias estou bem, dias não. Não posso fazer muitas coisas de que gosto, outras vezes sou obrigada a fazer aquilo que nao gosto. Preciso estar vigilante vinte e quatro horas do meu dia. Tenho crises depressivas. Preciso correr atrás desse meu prejuizo, se quiser voltar a ter uma vida normal.

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Depoimentos
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.