O gato no telhado - Heleno - Diabetes, Vida e Comunidade

O gato no telhado - Heleno

03/04/2004 - Comunidade DiabeteNet.Com.Br


O GATO SUBIU NO TELHADO



              O  Manoel veio para o Brasil e deixou seu gato de estimação aos cuidados do Joaquim.
               Faço um parêntesis na estória para dizer que meu pai era português e tenho muito orgulho disto e inclusive chamava-se Manoel e eu por conseguinte sou Joaquim, isto posto,  voltemos à nossa estória:
 Tudo ia às mil maravilhas até que o Manoel recebe uma carta do Joaquim, dizendo: SEU GATO MORREU. O Manoel ficou desesperado e ligou para o Joaquim recriminando o modo como o amigo dera tão cruel  notícia . O Joaquim, sem saber como consolar o amigo, perguntou  como  poderia ter transmitido o infausto ocorrido.Manoel lhe respondeu: -Você deveria ter escrito uma carta da seguinte forma: Manoel, seu gato subiu no telhado. Após uma semana, mandado uma outra carta: Manoel seu gato escorregou do telhado. Na outra semana uma nova carta: Manoel seu gato caiu do telhado.  E só então, numa correspondência final, pois aí já estaria preparado, para o desfecho final : Manoel seu gato morreu.
O Joaquim se desculpou e a vida continuou com o Manoel no Brasil e o Joaquim lá em Portugal.
Num determinado dia o Manoel recebe uma carta do Joaquim que dizia: MANOEL SUA MÃE SUBIU NO TELHADO.
 
 Aí o meu caro leitor vai perguntar por que escrever uma piada num espaço sério, num site do porte do Diabetenet ?
Eu explico:
Em nosso PONTO DE ENCONTRO, uma manifestação sincera de uma de nossas amigas reclamava da fria colocação, em um outro site, do que espera o diabético. A frase era: A DIABETE INCAPACITA E MATA.
Reclamava ela que estava chocada  e que tal noticia matava um pouco as suas esperanças, pois seu noivo havia sido recentemente diagnosticado ser portador de diabetes do tipo 1.
Achei conveniente me atrever a responder, e para isto, contando até uma parábola.Ela replicou que ainda permanecia chocada com tal frase.
Esta colocação acabou gerando uma dúvida: teria ela ficado chocada da maneira que tomou conhecimento das seqüelas do diabetes ou seria pela seqüelas descrita no site ?
Essa moça, quantos planos deve ter feito para uma vida perfeita junto a seu amado, mas Deus quis lhe mostrar um mundo novo, diferente do planejado por ela.
Ao buscar esclarecimentos sobre o problema do diabetes, deparou-se com a frase: diabetes incapacita e mata.
Convenhamos que é impactante,  mas os diabéticos que me lêem, assim como os que amam e convivem com os diabéticos, com certeza já passaram por este espaço nebuloso e terrível que antecede a aceitação da doença.
Como católico que sou, acredito que são os DESIGNIOS DE DEUS  que dirigem nossa vida.  Nem o mais poderoso homem da terra e muito menos o mais humilde, podem dizer: “ eu faço o que quero”,  pois de repente,  uma simples dor de barriga faz com que adiemos  todos os nossos planos.
Acredito piamente que Deus nos fala, desde que nos dispomos a escutá-lo.
Usando o evangelho diria que cabe a nós estarmos atentos e vigiando, ELE falará  conosco a qualquer momento e teremos que estar preparados para entender o que ELE quer de nós.
Alguma coisa Deus quis dizer a esta moça e seu noivo, ao se deparar com tão triste verdade, que a levou, revoltada, se manifestar  tão indignada. Cabe a eles entender o que lhes compete fazer.
Será que não foi para alertá-los dos perigos que rondam esta nova situação?
Conheço muitos casos que o médico, ao constatar a doença, diabetes tipo 1, simplesmente prescreve uma X quantidade de insulina,  dá uma dieta e diz: faça um exame de glicose no sangue uma vez por mês e  me traga o resultado para vermos como  esta evoluindo seu quadro. Talvez por excesso de serviços ou por desconhecimento não se atém  a que o tratamento do diabetes do tipo 1 é muito mais complexo que isso. Existem diversas variáveis que entram em jogo e não existe uma formula pronta e conclusiva para solucionar o problema.
Aqui voltamos novamente ao casal em questão, ela chama de “veteranos” aqueles que se manifestam no site e de “novatos” pessoas como no seu caso, acabaram de descobrir serem sorteados pelo mal.
Quero dizer que para ocorrerem seqüelas no diabetes do tipo 1, não existem “veteranos”  e nem “novatos”, elas podem ocorrer a qualquer tempo, já vi diabéticos que ao descobrir a doença imediatamente perderam a visão e já vi “veteranos” de mais de 30 anos não terem nenhuma seqüela visível.
Cada caso é um caso e cabe a nós apenas o papel de estarmos  atentos e vigilantes, fazendo uma marcação cerrada nas prováveis causas de tais complicações.
Como disse acima: OS DESIGNIOS DE DEUS  só ele pode saber.
E, você me leitor o que será que Deus quer de você ao parar sua atribulada vida para ler este artigo?
Será que  não esta na hora de você fazer uma reflexão de como anda sua vida, material e familiar, espiritual?
Ou esta esperando receber uma carta: “ VOCE SUBIU NO TELHADO”???


heleno

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

  • Andréia
    30/05/2009 - 11:34

    Chocante , mas é a realidade....se conscentizar e correr atrás...não se proste diante de nada , somente diante de Deus, e Ele fará a vontade Dele.

  • Jose
    04/05/2011 - 15:21


    isso é uma merda seu bosta sem criatividade ...

  • Maria
    04/05/2011 - 15:22

    isso mesmo Jose , esse fdp é um lixo :D

  • bruxa da floresta
    04/05/2011 - 15:38

    esses meninos só querem chocolate tenho que capiturar eles!! (6)

  • Maria Amélia
    13/05/2011 - 11:13

    É uma mensagem séria com tempero de descontração.Muito válida,por sinal.Quem não entende, assim, decerto não sabe a profundidade dessa informação.

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Artigos
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.