Premiada investigadora da Universidade de Coimbra - Diabetes, Vida e Comunidade

Premiada investigadora da Universidade de Coimbra

07/12/2007 - Diario de Coimbra - Portugal


Anabela Rolo, de 30 anos, do Centro de Neurociências e Biologia Celular do Departamento de Zoologia da Universidade de Coimbra, foi uma das três investigadoras portuguesas contempladas com o prémio de apoio à investigação “Medalhas de Honra L’Oréal Portugal para as Mulheres na Ciência”.

O prémio, no valor individual de 20 mil euros, é atribuído pela quarta vez em Portugal numa parceria entre a L’Oréal Portugal, Comissão Nacional da UNESCO e Fundação para a Ciência e a Tecnologia, inspirado no programa internacional L’ORÉAL-UNESCO For Women in Science, que desde 1999 tem atribuído prémios em todo o mundo.

Anabela Rolo viu reconhecido com este prémio um trabalho que pretende identificar quais as alterações metabólicas e moleculares que ocorrem nos doentes com o síndrome metabólico, também conhecido como pré-diabetes (presença de várias doenças e factores de risco num mesmo indivíduo – conjugação de obesidade, resistência à insulina, níveis elevados de triglicéridos no sangue, baixos níveis de lipoproteínas de alta densidade ou hipertensão arterial).

O objectivo do projecto de investigação é conhecer os mecanismos moleculares pelos quais as vias do metabolismo oxidativo se encontram alteradas em situações de obesidade e resistência à insulina, de forma a chegar a uma terapêutica que interrompa o ciclo de alterações metabólicas destes pacientes, ajudando assim a prevenir o desenvolvimento da diabetes tipo 2.

Também uma investigadora do Laboratório Associado CICECO da Universidade de Aveiro, Iola Duarte, de 32 anos, foi contemplada por estudos para compreender o comportamento metabólico dos tumores e chegar a modelos de classificação capazes de distinguir tecido tumoral de tecido normal. Este projecto, que desenvolve em colaboração com os Hospitais e a Faculdade de Medicina da UC, poderá resultar num novo meio de diagnóstico precoce destes tumores.

O outro prémio foi para Eliana Souto, de 31 anos, doutorada em Nanotecnologia, Biofarmácia e Biotecnologia Farmacêutica pela Universidade Livre de Berlim e actualmente investigadora na Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade Fernando Pessoa, distinguida por um projecto que procura uma forma mais eficaz de aplicação de fármacos, contribuindo para reduzir os seus efeitos secundários no organismo e o custo das terapêuticas.
A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.