Conheça alguns dos mitos alimentares - Diabetes, Vida e Comunidade

Conheça alguns dos mitos alimentares

14/06/2008 - Triuna do Norte


Você sabe qual é a opção mais saudável na hora de escolher que tipo de alimento consumir: o original ou outro com as mesmas propriedades e características semelhantes? Entre margarina ou manteiga, por exemplo? Há uma  idéia formada no inconsciente coletivo de que a margarina seria uma espécie de “sub-manteiga”, um produto inferior, com mais componentes nocivos à saúde. Mas a afirmação não procede. A margarina possui mais propriedades positivas do que a manteiga.

Um dos mitos atribuídos à margarina é que ela possui mais gordura trans do que a manteiga. Falso. A maioria das existentes hoje no mercado não possui esse tipo de gordura, já que passam pelo processo de interesteficação, tecnologia usada há anos e que não permite a formação da trans.

A manteiga, por sua vez, possui, naturalmente, gordura trans; de 2 a 5% de sua composição. Uma porção de 10g de manteiga (uma colher de sopa) espalhada no paõzinho quente é o bastante para acrescentar 0,2g de gordura trans à alimentação. A Organização Mundial de Saúde recomenda que, no máximo, 1% das calorias da dieta diária seja trans.

Em tempo: a gordura trans é formada durante o processo de hidrogenização natural, no caso dos animais ruminantes, ou industrializados, e serve para dar consistência aos alimentos. Seu consumo excessivo aumenta o colesterol ruim (LDL) e diminui o bom (HDL), o que pode causar entupimento dos vasos sangüíneos e, conseqüentemente, aumentar o risco de doenças cardiovasculares — acidente vascular cerebral (AVC), infarto do miocárdio e trombose. Portanto, ponto para a margarina.

A manteiga também fica atrás de sua ‘opositora’ no quesito gordura saturada. Ela possui até cinco vezes mais do que a margarina. Deve-se a isso o fato de a manteiga ser produzida a partir da gordura do leite e a margarina com óleos vegetais.

Outro mito estabelecido é que as margarinas são ricas em colesterol. Mas elas não o possuem, justamente por serem produzidas com óleos vegetais. Já a manteiga possui, em média, 22g de colesterol em cada porção de 10g. A OMS recomenda que a ingestão de colesterol não ultrapasse os 300 mg/dia.

A margarina também possui mais gorduras boas e é menos calórica do que a manteiga, além de possuir mais vitaminas e minerais. Ela é fonte de vitamina A, mas existem as fortalecidas de vitamina D, E, B6, B12 e ácido fólico. A manteiga é fonte natural de vitamina A e D e ainda em cálcio, porém esses elementos são encontrados em quantidades menos significativas em sua composição.

Quanto ao sabor, tanto a margarina quanto a manteiga possuem sal, mas não em excesso; embora existam no marcado as margarinas sem sal. A manteiga, porém, é mais saborosa por ser preparada com a gordura do leite; ao contrário da margarina que, por ser feita com óleos vegetais, é mais suave.

Açucar x Adoçante

Para evitar o sobrepeso ou então apostando numa melhor qualidade de vida, muita gente deixa de adoçar o cafezinho ou o suco diários com açúcar natural e opta pelos adoçantes. Só que nem sempre essa é a melhor decisão. Um estudo norte-americano,  realizado recentemente com camundongos, sugere que o adoçante pode engordar mais do que o açúcar. Ainda não há nada comprovado sobre supostos malefícios provocados pelos edulcorantes, mas moderação no consumo — não só dele, mas de todos os produtos industrializados — é um consenso entre os especialistas.“A população não está totalmente informada sobre esse assunto. O adoçante não engorda, não emagrece e nem ajuda a emagrecer. Ele é apenas uma espécie de tempero”, afirma o endocrinologista Túlio Fernandes.

Nutricionista analisa alimentos

Há cerca de oito anos, a nutricionista Jocélia Cristina Guedes de Oliveira desvenda dúvidas recorrentes sobre alimentação, prestando  consultoria a alguns restaurantes da cidade, elaborando cardápios e proferindo palestras em escolas. Ela comenta aqui algumas questões relacionadas a mitos há muito estabelecidos na tradição culinária doméstica.

Manteiga x Margarina

“A manteiga nada mais é do que a gordura do leite batida. Mas é gordura. Se consumida em excesso, causa glóbulos que podem entupir as artérias. Já a margarina é obtida através de um processo industrializado. Mas ambas são gordura. Definir qual é a melhor, a mais saudável, essa que é a questão. Alguns estudos dizem que a margarina é menos prejudicial, mas não podemos dizer que é a mais saudável. O mais correto mesmo é ler sempre os rótulos e a composição dos alimentos. Mas mesmo assim, para muitas pessoas, é difícil de entender. Mas se tiver gorduras monossaturadas ou polissaturadas, ainda melhor.”

Margarina x Óleo

“A margarina não foi feita para resistir a altas temperaturas. Já notou que quando passa muito tempo no fogo ela solta um odor diferente e a cor também muda? Isso é a acroleína, que é tóxica. Na hora de fritar um ovo, por exemplo, com margarina, o certo é não deixá-la queimar. Já o óleo foi projetado para resistir a maiores temperaturas; ele suporta melhor. O problema é a utilização do óleo velho para cozinhar. Já reparou aqueles carrinhos de frituras na rua com o óleo escuro? Aquilo também é a acroleína. Não se deve comer nada feito naquele óleo. Aliás, não se deve comer essas frituras de rua.”

O melhor óleo de cozinha

“O óleo de canola é prescrito como rico em ômega 3, que é bom para reduzir o chamado colesterol ruim. Considero-o melhor do que o de soja. Os de milho e girassol também são melhores. Mas o que prejudica sempre é a quantidade que é ingerida. É aquela velha história:  temos sempre que evitar os excessos e fazer uso moderado dos alimentos.”

Ovo de granja ou caipira

“O ovo é altamente rico em proteína e a albumina é muito bem aproveitada pelo organismo. É um ótimo alimento. Mas aí tem gente que come de três a quatro ovos por dia... o que não é legal. Mas é o que sempre digo, pode ser  que não dê nenhum problema agora, mas tudo tem efeito cumulativo no nosso organismo. Comenta-se muito que o ovo de granja tem menos colesterol. Mas não existe isso; não interfere. Tanto que retiraram do mercado aqueles ovos que diziam, no rótulo, possuir menos colesterol. Ele é igual para todos, só que tem gente que exagera — aí, voltamos a questão dos excessos.

Açucar ou adoçante

“Existe uma quantidade máxima de gotas a ser consumida por dia e que não deve ser ultrapassada. Adoçantes à base de sacarina e ciclomato não são os mais recomendados, pois são produtos químicos não absorvidos pelo organismo. São atribuídos a eles propriedades cancerígenas. Por isso, esse tipo não deve ser usado por gestante, por exemplo. Para as pessoas saudáveis, que não sofrem de nenhum mal, eu indicaria consumir açúcar mesmo, mas de forma moderada. Quem prefere adoçante deve sempre variar o tipo, a marca, até mesmo para evitar o efeito cumulativo que falamos anteriormente. Recentemente, passaram a abordar a questão de que adoçante engorda. O que acontece é que, por ser um produto químico, cria-se a compulsão por doces, porque o organismo induz o consumo de sacarose. Aí, a pessoa usa adoçante no suco, no café, mas não consegue evitar o brigadeiro.”

“Adoçante é apenas um tempero”

Para o endocrinologista Túlio Fernandes, muito do que se fala sobre as propriedades negativas dos adoçantes são fantasias que “ficam no nível da comercialização”, brigas e disputas das marcas existentes hoje no mercado. Ele recomenda o uso, sem contra-indicações. “É um produto usado a mais de quarenta, cinqüenta anos. Se realmente fizesse mal, os órgãos de fiscalização já teriam proibido a comercialização”, argumenta, ponderando, porém, que o consumo excessivo é que pode, sim,  gerar alguns efeitos indesejáveis. “Adoçante é só um tempero. O que engorda mesmo é o açúcar.”

Além de favorecer o aumento do peso, o açúcar ainda provoca cáries, aumenta a produção de insulina no organismo entre outros males. Há quem prefira usar açúcar refinado em substituição ao adoçante, mas devido ao processo de refinamento, ele perde nutrientes. Uma alternativa seria consumir açúcar mascavo, pois por não passar pelo refinamento e não possuir aditivos químicos, é rico em cálcio, ferro, potássio, magnésio, fósforo, sódio, flúor e cobre, e também possui vitaminas A, D, E, C e outras do complexo B.

Há aqueles que não adoçam o cafezinho com açúcar, por precaução, nem com adoçante, por acharem que esse deixe um gosto amargo. O açúcar light vem sendo usado nesses casos. Ele possui sucralose em sua composição, um tipo de adoçante que adoça mais que o açúcar refinado. Porém tanto o refinado quanto o light possuem o mesmo valor calórico (3g = 12kcal).

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

  • elizabete
    11/02/2009 - 09:41

    olá adorei a matéria explicou bem só que eu tenho uma duvida eu faço o meu arroz e o meu feijao com margarina gostaria de saber qual que prejudica mais o oléo ou a mangarina antes eu fazia com oleo uns fala mal do oléo e outros da margarina até quantas gramas ou colher eu posso está usando para fazer o meu arroz e o meu feijão eu uso uma colher de sopa meio cheia e muito por favor tirem está duvida para mim obrigado beijos obs: e mais saboroso a comida feita na manteiga do que no oléo

  • elizabete
    11/02/2009 - 09:46

    voceis poderiam me enviar a resposta por e-mail se nao podem tirar a minha duvida nesta pagina mesmo obrigado

  • Edelvira
    24/05/2009 - 02:50

    Adorei tudo, gosteria de saber mais, sobre dieta para diabeticos.

    Obrigada

    Edelvira

  • Edelvira
    24/05/2009 - 02:51

    Adorei tudo, gosteria de saber mais, sobre dieta para diabeticos.

    Obrigada

    Edelvira

  • Edelvira
    24/05/2009 - 02:51

    Adorei tudo, gosteria de saber mais, sobre dieta para diabeticos.

    Obrigada

    Edelvira

  • rose
    31/01/2010 - 18:47

    gostaria que me tirassem uma duvida, é melhor usar açucar que adoçante? ou que adoçante poderei usar sem que prejudique minha saude?

  • rose
    31/01/2010 - 18:47

    gostaria que me tirassem uma duvida, é melhor usar açucar que adoçante? ou que adoçante poderei usar sem que prejudique minha saude?

  • rose
    31/01/2010 - 18:48

    gostaria que me tirassem uma duvida, é melhor usar açucar que adoçante? ou que adoçante poderei usar sem que prejudique minha saude?

  • rose
    31/01/2010 - 18:48

    gostaria que me tirassem uma duvida, é melhor usar açucar que adoçante? ou que adoçante poderei usar sem que prejudique minha saude?

  • rose
    31/01/2010 - 18:49

    gostaria que me tirassem uma duvida, é melhor usar açucar que adoçante? ou que adoçante poderei usar sem que prejudique minha saude?

  • brigida
    26/10/2012 - 19:28

    Gente,leitores.Prestem bem atenção na materia que vcs entenderão a mensagem.Melhor explicado é impossível.

  • brazil andrade
    20/09/2014 - 10:12

    Qual óleo comprar para cozinhar e refogar sou diabético 1 ou 2

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.