Doenças nas unhas podem indicar problemas de saúde

14/8/2008 - Repórter Diário


Unhas esfareladas, quebradiças, com coloração diferenciada são alguns sinais de alerta que podem indicar problemas de saúde. Proveniente de fungos, traumas, falta de vitaminas ou até mesmo alterações emocionais e metabólicas, as doenças nas unhas podem servir como ponto de partida para a descoberta de outras doenças, como a diabetes, a anemia ou problemas cardiovasculares.

Em teoria as unhas dos humanos servem para auxiliar na manipulação de objetos pequenos, mas na prática, principalmente nas mulheres, essa estrutura composta por queratina ganhou um efeito estético bastante importante. Porém, o que poucos sabem é que por meio das unhas é possível verificar o estado de saúde de uma pessoa.

Anemia, doenças renais, diabetes, tireóide e até mesmo doenças cardíacas podem ser descobertos a partir de alterações na unha. O modo como estas doenças são identificadas depende de sinais, como manchas, marcas, enfraquecimento ou descolamento da unha.

"Algumas doenças metabólicas podem ser verificadas a partir de análises, por exemplo, no caso da diabetes, é comum observarmos problemas de micose", observa o dermatologista do Hospital e Maternidade Beneficência Portuguesa, Valter Claudino.

Por isso, o recomendável é que ao notar qualquer sinal diferente nas unhas se procure um especialista, neste caso o dermatologista. "Como em qualquer caso é preciso procurar um médico. Cerca de 30% dos pacientes primeiro recorrem a algum tipo de medicação caseira para depois procurar o especialista, o que é inútil, já que o problema esta na matriz da unha e só será resolvido com o tratamento adequado", revela o médico.

Entre os principais problemas com as unhas está a onicomicose, um tipo de fungo que leva a má formação da unha. "Neste caso a unha fica oca e surge uma massa de cololaração amarelada. Essa doença é originada na matriz da unha, deixando-a escamosa e esfarelando-a", explica o especialista. O tratamento para este caso é feito a base de antifúngicos.

Outra doença comum é a paroníquia, mais conhecida como unheiro, enfermidade que ocorre mais facilmente nas donas de casa que costumam manusear sabão e outros produtos de limpeza. Para tratar este tipo de problema é usado medicação específica.

A onicólise é uma outra doença que atinge as unhas, nesse caso de origem metabólica proveniente de uma deficiência vitamínica ou decorrente de outros problemas de saúde. "Para curar estes problema é preciso tratar a doença de origem, que pode ser uma anemia, problemas com a tireóide", esclarece.

Já a psoríase, uma doença genética desencadeada por algum problema emocional, é necessário a resolução do problema de origem. "Cada caso necessita de um tipo de tratamento e por isso a procura pelo profissional adequado é necessária", completa o especialista.

Para Claudino, o erro mais comum cometido pelas pessoas é não dar continuidade aos tratamentos. "A maioria dos tratamentos são demorados, há casos que duram cerca de um ano. É importante que seja seguido corretamente até o fim para que se tenha a recuperação total da unha", orienta.

Cuidados com a higiene são essenciais
O fator considerado mais importante para manter a saúde das unhas é a higiene pessoal, além disso, cuidados na hora de fazer as unhas em uma manicure são necessários para evitar complicações. "É recomendado que as pessoas levem sempre seu próprio material para evitar contaminações ou então verificar se a manicure esteriliza os materiais", aconselha Claudino.

"Evitar o uso do mesmo calçado todos os dias, usar preferencialmente meias de algodão, não 'cutucar' as unhas com espátulas para não descolar a unha e facilitar a entrada de fungos, não usar calçados de pessoas contaminadas e ter uma boa higiene em casa ajudam a manter a saúde das unhas", conta o médico.

Podólogo
Apesar de não ser uma prática feita por médicos, a podologia vem ganhando adeptos por todo o País. Específica para os pés, a terapia pode ajudar principalmente nos casos de deformações nas unhas.

"Pode-se dizer que o podólogo complementa o trabalho do dermatologista. Alguns tratamentos de micose acabam deformando as unhas e ao invés de arrancá-las pode-se tratá-las através da podologia", explica Claudino.

O cuidado, no entanto, deve estar voltado para a escolha do profissional. "Deve-se ter atenção com quem se trata, isso em todas as áreas. É importante conhecer e confiar na pessoa que cuidará do problema", aconselha. (Colaborou Natália Fernandjes)
A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

  • Jacylmar
    26/7/2012 - 17:11

    Tenho um problema nas unhas há dois anos.
    Já fiz tratamentos com dermatologista, médicos clinicos geral, gastei muito com medicações, esmaltes , pomadas e outros e ninguém nunca achou o que tenho.
    Faço exames comoletos todos os anos, nunca deu nada, minha saúde é ótima, tenho 47 anos, como de tudo, trabalho, estudo, enfim uma vida bem corrida mas legal.
    No ano passado tive que tirar o meu rim esquerdo pois ele estava necrosado devido uma pedra de tres centímetros na uretra, mas foi feito exames para saber e não tinha nada.
    Estou cansada de gastar com médicos e não sei mas o q fazer. Minhas unhas começam a ocar nas laterais criando debaixo delas uma espécie de verruga(o dermatologista me disse q chamava omoluscos) fiz tratamentos e nada. Me ajudem por favor?

  • Jacylmar
    26/7/2012 - 17:12

    Me ajudem por favor?

  • silvania
    26/8/2013 - 11:08

    Bom Dia! sou diabética e gostaria de informações sobre minhas unhas que são fracas e descamam sempre existe algum tipo de tratamento, muitas pessoas tem essa dificuldade em saber e como tratar. E mais tomo remédios para epilepsia isso afeta as unhas obrigado pela informação.

  • jose carlos
    29/12/2013 - 22:23

    ba note

    Minha esposa esta com as unhas ficando amareladas e ocas e muito doidas, gostaria de saber qual especialista para este caso.
    obrigado

Cadastre seu comentário!

531 Usuários On-Line




Surgyplast


Novos Associados

Bem-vindos:

  • Mariana - SP
  • Mário - PA
  • Mdelem - SP
  • Aline - MG
  • Sidney - SP
  • Susana - SP
Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Outubro - 2014
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.