O mau hálito pode ser combatido - Diabetes, Vida e Comunidade

O mau hálito pode ser combatido

20/09/2008 - JB Online


Cecilia Minner, Jornal do Brasil

RIO - O seu parceiro evita te beijar e as pessoas mantêm distância durante uma conversa? É possível que você sofra de halitose, a exalação de odores desagradáveis provenientes da boca ou da respiração.

O mal, que atinge 30% da população, é desconhecido pela maioria dos portadores, e pode causar danos psicossociais. Causado principalmente pela higiene bucal deficiente, inclusive má escovação da língua, o mau hálito pode ser controlado pelo paciente com um aparelho que mede o grau do distúrbio.

A doença é caracterizada pelo cheiro de enxofre, e tem como principal fonte o ambiente bucal. Segundo a Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas de Odores da Boca (ABPO), 90% do casos da doença têm origem na própria boca.

A precária limpeza oral leva à formação da saburra lingual, substância viscosa esbraquiçada que fica no dorso da língua. É nela onde se acumulam alimentos e restos de células que servem de cultura para as bactérias. Estas, quando fermentam, liberam substâncias ricas em enxofre, o que provoca o mau hálito.

No entanto, a gengivite, doença periodontal, cáries extensas, presença de próteses mal confeccionadas e feridas cirúrgicas também são causas de patologia bucal da halitose. Além da amigdalite, que também estimula a formação do muco no dorso da língua.

Outra causa comum associada à halitose é a xerostomia, diminuição do fluxo salivar, o que favorece a formação da placa bacteriana na parte posterior da língua. A falta de ingestão de líquido também contribui. Por isso é fundamental tomar de 2 a 3 litros de água por dia.

– Desde adolescente tinha mau hálito, o que me atrapalhou muito socialmente, cheguei até a perder um namorado. Os médicos diziam que o mau cheiro vinha do estômago, mas só fui descobrir a causa exata, que é a baixa salivação, aos 32 anos – confessa a contadora Marina (nome fictício), de 37 anos.

Cerca de 5% a 10% dos casos de halitose têm causas sistêmicas, quando é proveniente da circulação sanguínea, e o odor vem pela via pulmonar. Aparecem quando há jejum prolongado, estresse, hipoglicemia e alterações hormonais.

– Três dias antes das mulheres ficarem menstruadas, elas apresentam um hálito diferente, devido à queda de hormônio progesterona – relacionou o dentista Celso Senna.

Deficiência renais ou hepáticas e diabetes também podem causar mau hálito. Um diabético, por exemplo, costuma eliminar odor cetônico por via pulmonar.

Com mais de 50 causas de halitose, deve-se ter cuidado ao diagnosticar a doença para excluir as possibilidades fisiológicas, como o mau hálito ao acordar – presente em 100% da população, devido a redução do fluxo salivar durante a noite – e as ocasionadas pela ingestão de determinados alimentos.

– Quando a pessoa come cebola, o alimento é absorvido pelo intestino, cai na corrente sanguínea e chega aos pulmões. Nem adianta ficar escovando os dentes – avisa Senna.

Num estudo realizado na Universidade de Toronto, no Canadá, os pesquisadores mergulharam os pés dos pacientes numa pasta com alho, e horas depois o odor foi eliminado pela boca. Isso prova que a halitose por ingestão de alimento não procede do estômago e sim dos pulmões.

O hálito pode ser alterado também por alimentos embutidos e gordurosos, leite e derivados integrais em excesso, bebidas alcoólicas e refrigerantes, além de medicamentos, como para hipertensão, antidepressivos, antibióticos e antialérgicos.

– Tive mau hálito quando estava tomando antibiótico. Eu nem percebi. Foi meu irmão que me avisou – conta o advogado Ricardo Villela, 30 anos.

Ao contrário do que muitos pensam, alterações estomacais, como gastrite e úlcera, raramente causam halitose. O mal pode ser atribuído ao estômago em apenas duas situações: eructação gástrica – arroto – e refluxo gastroesofágico.

Existem válvulas esfíncteres gastrintestinais que não permitem a passagem dos odores estomacais para o meio externo.

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

  • sandra
    16/06/2009 - 16:15

    gostaria de saber q tem alguma coisa pra combater o mal por causa da diabetes...se alguem souber por favor me avise..desde ja obrigada...

  • LORELA
    07/10/2009 - 20:40

    Mau halito pode ser proveniente da Diabetes??? O que se pode fazer?

  • Amelia
    04/08/2011 - 15:43

    Já há alguns anos sofre de mau hálito. A minha vida é ir ao dentista. Acho que faço tudo que uma boa limpeza bocal exige mas não adianta. Noto que mesmo numa sala, quando falo com as pessoas que se encontram a uma diatância de 6 metros, elas sentem-se incomodadas e tapam o nariz. Será que o mau hálito ptovocado por doenças da boca tem esse alcance? Gostaria muito que me ajudasse neste problema. Muito obrigada

  • Zulene
    05/11/2014 - 15:54

    Estou com mau halito, não sei a causa.
    Gostaria de informar qual o profissional que devo procurar?
    Eu acho que não é o caso de dentista, faço tudo como recomenda.
    Já li tudo sobre mau halito na internet, cada hora vejo uma historia diferente uma da outra.
    tenho que começar um tratamento, qual o caminho certo pra mim seguir.
    Grato
    Zu

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Artigos
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.