CNPq vai investir R$ 10 milhões para pesquisas com células-tronco - Diabetes, Vida e Comunidade

CNPq vai investir R$ 10 milhões para pesquisas com células-tronco

30/08/2008 - JB Online


JB Online

RIO - Uma área que traz grandes avanços para a saúde humana, as pesquisas feitas com células-tronco são o foco de apoio do edital lançado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCT), em parceria com o Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (DECIT/SCTIE/MS).

Com recursos totais no valor de R$ 10 milhões, o edital vai apoiar pesquisas que buscam o desenvolvimento de procedimentos terapêuticos inovadores em terapia celular, utilizando células-tronco embrionárias, células-tronco adultas derivadas da medula óssea, células-tronco derivadas do cordão umbilical e células-tronco derivadas de outros tecidos. Com este apoio, a agência visa a induzir a geração de novos conhecimentos, investindo tanto nas pesquisas básicas, pré-clínica e clínica, e contribuir para o desenvolvimento de produtos e processos biotecnológicos, com potencial de aplicação para a área de saúde humana.

Pesquisas em terapia celular são aquelas que buscam restaurar a função de um órgão ou tecido, por meio do transplante de novas células para substituir as células perdidas por alguma doença, ou para substituir células que não funcionam adequadamente por um defeito genético.

Linhas de apoio para as pesquisas

Os projetos podem se adequar dentro de pelo menos uma das três linhas de apoio que envolvem o edital. A primeira linha é direcionada para projetos de pesquisa básica - experimentações in vitro - que sejam relevantes para as terapias celulares feitas exclusivamente com células-tronco humanas bem definidas e caracterizadas. São propostas que visam a trabalhar com a experimentação in vitro de células-tronco para a reprogramação celular, ou a expansão in vitro de células-tronco humanas, o controle de proliferação in situ, ou seja a transformação neoplástica, destas células. Projetos que trabalhem também com a mobilização, migração e integração das células-tronco voltadas para o chamado ambiente tecidual, entre outros.

A segunda linha de apoio é direcionada para pesquisas pré-clínicas. São pesquisas que envolvem estudos e aplicação de métodos científicos em experimentações em animais de laboratório, voltados para o estudo do isolamento, a caracterização e a indução do aumento de células-tronco humanas bem definidas para o uso terapêutico nos sistemas nervoso, cardiovascular, endócrino, digestório, locomotor, respiratório, genito-urinário, linfo-hematopoético, além do uso em caso de doenças auto-imunes, doenças genéticas, lesões de pele, lesões ósteo-degenerativas e neoplasias.

A última linha é voltada para a pesquisa clínica. São estudos que seguem métodos científicos aplicáveis em experimentações com seres humanos, todos de acordo com os requerimentos legais e éticos, que pesquisem células-tronco para o uso terapêutico nos sistemas nervoso, cardiovascular, endócrino, digestório, locomotor, respiratório, genito-urinário, linfo-hematopoético, além do uso também em casos de doenças auto-imunes, doenças genéticas, lesões de pele, lesões ósteo-degenerativas e neoplasias.

Apoio à descentralização regional

Do total de recursos disponíveis para o Edital, R$ 5 milhões são investidos pelo Fundo Setorial da Saúde (CT-Saúde) e 30% deste valor será destinado para projetos de grupos de pesquisa das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, visando a descentralização regional da pesquisa e seguindo as linhas de ações do PAC de C&T 2007-2010, lançado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia.

Histórico

O último edital do CNPq que apoiou pesquisas com células-tronco aconteceu no ano de 2005. Foram aprovados 45 projetos, num total de R$ 10,5 milhões. Destes projetos, seis estudaram células-tronco embrionárias humanas. As pesquisas apoiadas por este edital tiveram duração de aproximadamente dois anos, encerrando-se em 2007.

Inscrições

Todas as propostas de projetos serão divididas em três faixas de financiamento. Faixa I que apoiará projetos com valores de até R$ 100 mil. Faixa II para projetos entre R$ 100 mil e R$ 200 mil e Faixa III para projetos de até R$ 500 mil. As empresas parceiras dos projetos deverão investir, no mínimo, 15% do orçamento global do projeto em recursos financeiros ou não financeiros, previstos na proposta.

Os pesquisadores interessados em enviar projetos têm até o dia 19 de setembro para submeterem suas propostas, por meio do Formulário de Propostas Online, disponível no endereço eletrônico http://www.cnpq.br/formularios/index.htm . Os resultados serão divulgados a partir do dia 10 de novembro e as contratações acontecerão na primeira semana de dezembro de 2008.

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.