Barriga saliente traz mais prejuízos à saúde do que problemas estéticos - Diabetes, Vida e Comunidade

Barriga saliente traz mais prejuízos à saúde do que problemas estéticos

12/10/2008 - Abril.com


Veja razões, muito além da estética, para dar adeus à gordura que se instala no ventre e as medidas essenciais para eliminá-la de uma vez por todas

O abdômen avantajado se tornou o símbolo do que muitos cientistas e profissionais de saúde acreditam ser um dos males mais proeminentes do século 21: a síndrome metabólica, uma conjugação de problemas que, além da dura barriga de chope, engloba o colesterol alto, a hipertensão e o diabete.

A famosa pança, no entanto, é apenas a ponta do iceberg. A gordura que estufa o ventre e se esconde entre órgãos como fígado e intestino é capaz de fazer naufragar o organismo. 

“Chamada de visceral, é como se ela se depositasse no lugar errado”, diz a endocrinologista Maria Teresa Zanella, da Universidade Federal de São Paulo, a Unifesp.

Mas dá para enxugar a cintura e exterminar o perigo. Com a ajuda de um time de especialistas, SAÚDE explica por que é preciso dar um fim à barriga e mostra as estratégias mais certeiras para desinflá-la. Veja a seguir:

Ela causa diabetes
Diferentemente de muita gente barriguda — e até os magros podem ser barrigudos, lembre-se disso —, as células que estocam gordura na região abdominal não costumam ser sedentárias.

São mais ativas do que se imagina. Nessa região, elas vivem fabricando substâncias que destrambelham algumas funções do organismo.

Além disso, sua gordura tem a capacidade de migrar e fixar moradia em locais como o fígado.
Ali, está por trás de alterações que deixam essa glândula confusa, deflagrando uma produção excessiva de glicose.

Para suprir a necessidade de insulina, o hormônio que bota todo esse açúcar para dentro das células, entra em cena o pâncreas, que enlouquece na tentativa de atender à enorme demanda. 

“Mas essa gordura estocada no ventre também promove a liberação de muitos ácidos graxos livres”, explica o endocrinologista Marcos Tambascia, da Universidade Estadual de Campinas, no interior paulista.

“E eles, por sua vez, impedem a ação correta da insulina”, completa. Daí, como a substância não consegue cumprir sua missão, sobra açúcar e abrem-se as portas ao diabete tipo 2.

Favorece a hipertensão
O corpo que exibe uma barriga saliente fica refém de um verdadeiro efeito dominó. Para dar cabo de tanta glicose correndo pelas veias — conseqüência número 1 da cintura larga —, o organismo intensifica cada vez mais a produção de insulina, até não dar mais conta do recado.

“A elevação dos níveis desse hormônio acarreta um aumento da atividade do sistema nervoso simpático, que ordena uma maior contração dos vasos sangüíneos”, explica Maria Teresa.

“Sem contar que os rins passam a reabsorver mais sódio.” O resultado desse combinado: a pressão vai às alturas. ››

Aumenta o risco de infarto e derrame
“As células gordurosas localizadas na barriga produzem substâncias inflamatórias relacionadas a doenças cardiovasculares”, afirma o cardiologista Heno Lopes, do Instituto do Coração, em São Paulo. 

Nas pessoas com cintura farta, há geralmente gordura em demasia na circulação. Nesse cenário, predominam moléculas de LDL, o colesterol ruim. 

Elas podem se alojar na parede de um vaso, disparando um processo inflamatório. Em meio a essa reação, forma-se uma placa que fechará a passagem do sangue — e essa é a origem dos infartos e derrames.

Leia mais informações sobre os perigos da barriga saliente no site da SAÚDE

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

  • Cristiane
    20/10/2008 - 17:40

    Sou diabética a 27 anos,e comecei a engordar depois dos trinta ,mas minha barriga é o que mais desenvolve e ja chega a me encomodar muito.Minha médica fala que é normal mas preciso de ajuda não pra estética mas sim pra mais conforto pro corpo pois ja nem caminho mais pra perder calorias,tenho 1metro e 52cm,e peso 78 kg

  • nilda maria nascimen
    21/10/2008 - 19:16

    Tenho a circunferencia da cintura medindo 85cm, fiz uma cirurgia plástica de abdome e foi retirada uma determinada quantidade de gordura dela, gostaria de saber se esta retirada de gordura abdominal, vai me favorecer em relação a minha saúde. Muit obrigada Nilda

  • ednádia
    29/10/2008 - 18:37

    Tenho 41anos com 1me65cm,pesando quase 90quilos,claro que se sobressai é a barriga.Sei que preciso de ajuda tanto estética, quanto na saúde. Sou diabética há 5 anos e não consigo emagrecer ; não consigo uma consulta com um endocrino; não tenho convênio, dependo do Sus e do hospital do servidor público que nunca tem vaga. O que faço, voceis podem me ajudar? Estes informativos são excelentes e necessários, pois somos um grupo excluídos, mas que contamos com um grupo que ainda se preocupa com um público específico, que somos nós. Amo vcs. Deus abençõe todos dessa equipe.

  • Bento
    04/11/2011 - 16:31

    Lamentavelmente tenho tambem este problema de barriga,isto me incomoda muito muito mesmo,graças a Deus ainda está so na parte estética ,mas ja estou com medo,e agora o que fazer,ja tentei de tudo,estou quase apelando para cirugia,se alguem conhece algum metodo por favor me ensina.

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.