Descoberto gene que ativa reparação de células em doenças como Alzheimer - Diabetes, Vida e Comunidade

Descoberto gene que ativa reparação de células em doenças como Alzheimer

30/10/2008 - G1 Globo.com


Roma, 30 out (EFE).- Cientistas italianos descobriram que o gene receptor GPR17 exerce um importante papel nas doenças neurodegenerativas ativando a reparação das células em processos de grave lesão cerebral, como o mal de Alzheimer.

Esta descoberta, feita por pesquisadores de várias universidades italianas e publicada nesta quinta-feira pela revista "Plos one", explica o fenômeno da auto-reparação celular do cérebro e apresenta novas possibilidades no tratamento das doenças neurodegenerativas.

"Ao contrário do que se pensava até agora, o processo de geração de novas células nervosas e de reparação dos circuitos cerebrais também pode começar na idade adulta, com a potencialização deste gene", explicou María P. Abbracchio, responsável pela pesquisa.

O estudo dos cientistas italianos analisa a forma na qual se pode ativar a capacidade do cérebro de se reparar: conseguir que as células progenitoras imaturas, semelhantes às células-tronco e também presentes no cérebro adulto, gerem novas células nervosas.

Isto é possível graças ao gene GPR17, que permite a algumas células nervosas receber uma espécie de sinal de emergência após o dano cerebral, para que assim se comece o processo de reparação.

O estímulo do gene receptor GPR17 "aumenta notavelmente o amadurecimento destas células para formas mais especializadas, com vistas a reformar a mielina", sistema que permite a transmissão dos impulsos nervosos entre diferentes partes do corpo graças a seu efeito isolante, aponta Abbracchio.

Os pesquisadores propõem agora oferecer tratamentos aos pacientes com doenças neurodegenerativas - como a esclerose múltipla - que consigam potencializar a atividade do GPR17.

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

  • FERNANDO WEISS
    09/11/2008 - 14:22

    A NOTÍCIA É ÓTIMA. TENHO PARENTES COM O MAL DE ALZHEIMER E OUTRAS DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS.
    GOSTARIA DE SABER COMO CONTATAR OS PESQUISADORES ITALIANOS, JÁ QUE ESTÃO OFERECENDO TRATAMENTOS ÀS PESSOAS PORTADORAS DE TAIS ENFERMIDADES.
    ANTECIPADAMENTE GRATO,

    FERNANDO WEISS.

  • Patricia M P Silva
    10/12/2008 - 22:38

    Também gostair de saber como contatar os pesquisadores italianos, uma vez que sou portadora de esclerose múltipla.

  • Patricia M P Silva
    10/12/2008 - 22:38

    Também gostair de saber como contatar os pesquisadores italianos, uma vez que sou portadora de esclerose múltipla.

  • idelmar
    29/09/2009 - 19:19

    sem dulvida uma excelente notícia; se possivel
    gostaria de receber mais imformaçoes, porque
    se trata de doenças que nao afetam apenas
    uma pessoa e sim uma família inteira, e é triste
    ver pessoas que amamos sofrendo de tal maneira
    que acaba nos consumindo junto; e tudo que queremos é poder ajuda-las.

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.