Ciência à portuguesa: diabéticos têm nova esperança - Diabetes, Vida e Comunidade

Ciência à portuguesa: diabéticos têm nova esperança

24/11/2008 - IOL Diário


Uma equipa da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) estudou as fases iniciais da retinopatia diabética e descobriu uma das possíveis vias que causam a morte celular e a consequente perda de visão.

Quer isto dizer que foi dado um novo e importante passo na doença que é uma das principais causas de cegueira nos adultos e uma das consequências mais graves da diabetes.

«Até aqui, pensava-se que era um problema vascular, mas provámos que, mesmo antes de haver alterações a nível dos vasos, já começou a haver morte nas células da retina», explicou o coordenador da investigação, Paulo Santos, ao PortugalDiário.

Primeiro passo para um novo medicamento

Os investigadores portugueses descobriram, então, que a retinopatia diabética afecta a molécula que funciona como neurotransmissor (ATP), libertando uma substância que mata os neurónios. Assim, «o importante é bloquear essa substância nociva ou anular a sua acção», o que poderá ser possível através do desenvolvimento de uma outra molécula.

Esta descoberta torna mais fácil o desenvolvimento de um novo fármaco, que é o «objectivo final» da investigação: «O estudo torna possível que, se actuarmos nas fases iniciais da retinopatia diabética, os efeitos desta sejam retardados ou minorados».

Descobertas made in Portugal sem divulgação merecida

O estudo foi financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia e contou com a colaboração de investigadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia, da Faculdade de Medicina e da Faculdade de Farmácia, que trabalharam em conjunto, com testes in vitro e in vivo (em animais), no Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra.

Paulo Santos lamenta que esta e muitas outras descobertas realizadas em Portugal não tenham a divulgação merecida. «A culpa é de todos. De nós próprios, investigadores, que vivemos num mundo um pouco à parte e criamos este ambiente restrito. Do grande público, que pensa que em Portugal não se faz nada e não se sente atraído por isto. E da comunicação social, que não dá o devido destaque», apontou.

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

  • Sydney
    10/12/2008 - 17:04

    Maiores detalhes deveriam ser disponibilizados no artigo, tais como as formas de contato possíveis com os pesquisadores.
    Entendo também que não é este o melhor lugar para se reclamar de falta de divulgação das pesquisas. De minha parte, procurei o departamento de marketing da UFRJ, Universidade onde atuei há alguns anos atrás e obtive excelente resultado na divulgação, mesmo que restrita, das pesquisas que então fazíamos sobre sensores a fibras ópticas e o retorno foi uma maior aprovação de verbas do giverno para aquele laboratório.

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.