Amaranto ajuda a perder peso e diminui o colesterol ruim

23/8/2011 - Pernambuco.com


Este alimento ainda é pouco usado no Brasil. Por isso pode ser difícil a sua aquisição. Mas o amaranto, conhecido como o feijão dos Andes, vem aparecendo nas prateleiras do comércio de alimentos e vem sendo cada vez mais comercializado em flocos naturais, semelhante aos flocos da aveia. O grão pode ser consumido com frutas e iogurte, como ingrediente para preparação de pães, bolos, doces, sopas, e também pode ser consumido como vitaminas. Quase não tem gosto, o que o torna muito versátil para aplicações em receitas, pois a farinha pode ser usada em várias misturas sem comprometer o sabor das preparações.

O amaranto possui muitas vantagens para a dieta, já que cerca de 15% de proteínas com alto teor biológico (consideradas completas por possuírem todos os aminoácidos essenciais que o corpo não produz). O grão tem duas vezes mais proteínas do que o trigo comum e há especialistas que comparem esse potencial com a proteína do leite. É fonte de cálcio biodisponível (melhor absorção no organismo), o que não acontece com outros tipos de vegetais. Além de ser fonte de fibras, zinco, fósforo e outros nutrientes.

Além disso, não contém glúten, sendo uma excelente opção para os celíacos (pessoas com intolerância ao glúten).

Muitas pesquisas realizadas, tanto no Brasil quanto lá fora, vêm mostrando o potencial do amaranto na redução dos níveis de colesterol no sangue. Vários componentes presentes podem atuar neste efeito, como o óleo, a fibra, a proteína e as substâncias antioxidantes. Uma delas foi realizada por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que instruíram 18 pessoas com colesterol alto a consumir uma colher de sopa de farinha de amaranto por dia, durante um mês. Resultado: os níveis de LDL de todos diminuíram drasticamente. Jaime Amaya-Farfan, coordenador do estudo, explica que "as proteínas, o óleo e as fibras encontrados na semente atuam em conjunto para desobstruir as artérias". Outro fator importante nesse processo é que o amaranto também inibe uma enzima envolvida na produção do colesterol ruim presente no fígado.

A alta concentração de fibras (maior que em outros cereais) controla a glicemia em diabéticos também ajuda a controlar o diabetes. O grão também fortalece as defesas do organismo, a partir de suas propriedades naturais de ação antioxidante, que combatem os radicais livres, aumentando a oxigenação do metabolismo e reforçando o sistema imunológico. O superalimento ainda afasta a osteoporose e problemas cardíacos. Isso porque o alto valor proteico, assim como de outros nutrientes importantes, previne fraquezas nos ossos e no coração.
A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!

311 Usuários On-Line




Surgyplast


Novos Associados

Bem-vindos:

  • Getulio - RO
  • Solange - SP
  • Luis - SP
  • Virginia - SP
  • Elisabete - SP
  • Rafael - SP
Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Setembro - 2014
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930    

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.