Brasil é segundo colocado em número de cirurgias de obesidade - Diabetes, Vida e Comunidade

Brasil é segundo colocado em número de cirurgias de obesidade

31/01/2012 - Paranashop


O Brasil é o segundo país do mundo em número de obesos mórbidos e cirurgias da obesidade (bariátricas), perdendo apenas para os Estados Unidos. A afirmação é do médico Alcides José Branco Filho, cirurgião do aparelho digestivo do Hospital VITA Batel e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM). De acordo com o especialista, Curitiba está entre as capitais com maior número de obesos mórbidos, que podem ser tratados também com cirurgia, a qual pode levar a remissão o Diabetes tipo2.
 
A cirurgia bariátrica ou cirurgia da obesidade existe no Brasil há 13 anos. O médico explica que são feitos três tipos de procedimentos. A cirurgia restritiva que diminui o estômago; a segunda técnica quando se mexe no estomago e no intestino. E a terceira, na qual se mexe apenas no intestino.
 
Obesidade -
  O especialista conta que há vários fatores que contribuem para a obesidade, relacionados à genética e a hábitos de vida. Segundo ele, antigamente, as pessoas andavam mais – iam ao mercado a pé, por exemplo. Porém, atualmente, costumam ingerir alimentos de maneira mais rápida, com produtos de alto valor calórico e se exercitam menos. “O hábito alimentar é um fator determinante para a obesidade, mas não se pode ignorar o fator genético”, complementa. Sem contar que a obesidade é fator de risco para o acidente vascular cerebral (AVC) e infarto.
 
Segundo o médico, há casos de pacientes com 90 Kg que são obesos mórbidos e pacientes com 120 Kg que não são. Tudo depende do cálculo de índice de massa corporal (IMC), obtido por meio de uma fórmula matemática em que se divide o peso corporal pelo quadrado da altura. O valor ideal é abaixo de 25; se o resultado for maior ou igual de 35, o paciente é considerado obeso mórbido.
 
Cirurgia laparoscópica –
  Procedimento minimamente invasivo, com pequenas incisões. Desde a década de 90, há cada vez mais indicações de videolaparoscopia em procedimentos de retirada de vesícula, correção de hérnia do hiato e, mais recentemente, em cirurgias bariátricas. Segundo Dr. Alcides, na realização de uma operação por laparoscopia, são realizadas algumas pequenas incisões de 0,5 a 1,2 cm. Insufla-se a cavidade abdominal com gás carbônico, criando assim espaço dentro dela para que o cirurgião possa trabalhar com o auxilio de uma videocâmera, instrumentos e grampeadores especiais. O médico explica que neste procedimento a agressão cirúrgica é menor. Além disso, a intensidade da dor pós-operatória e o período de internação são reduzidos e o retorno às atividades diárias é mais rápido.
 
De Curitiba para os Estados Unidos - O congresso internacional Best – Bariatric Endoscopic Surgical Trend a cada ano é realizado em um país diferente. Em 2011, foi sediado nos Estados Unidos, na cidade de Nova York, no hospital judaico Mount Sinai. O encontro reuniu mais de 250 médicos de diversos países. Durante o seminário, foi transmitida ao vivo uma cirurgia realizada por Dr. Alcides no Hospital VITA Batel. O procedimento foi um caso raro, uma re-operação de cirurgia bariátrica, uma fístula gastrográfica (comunicação entre um órgão e o meio externo). “A cirurgia foi feita pela manhã, e à noite embarquei para os Estados Unidos para participar do congresso e discutirmos sobre o procedimento”, conta o especialista.
 
A operação foi realizada em uma paciente que já tinha feito cirurgia para obesidade e que, depois de alguns anos, voltou a engordar por causa de uma fístula, que precisou ser corrigida. Segundo o médico, o procedimento é complexo, mas o Brasil está bem avançado na área de endoscopia e obesidade.
 
Médico premiado –
  Em novembro do último ano, assim como em 2010, o médico Alcides José Branco Filho foi premiado durante o XIII Congresso da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica e III Congresso Pan-Americano para Tratamento do Diabetes Mellitus Tipo 2: Alternativas Clínicas e Cirúrgica. O evento da SBCBM, que é o segundo maior congresso que trata de cirurgia bariátrica e configura entre os principais encontros mundiais sobre o assunto, foi realizado entre os dias 9 e 12, na cidade de Gramado (RS).
 
O prêmio recebido pelo médico de Curitiba foi considerado pela comissão organizadora do encontro como o melhor trabalho na categoria Vídeo sobre Cirurgia da Obesidade e Diabetes. O vídeo premiado foi selecionado entre centenas de outros encaminhados e analisados pela comissão organizadora do congresso.
 
Excelência em cirurgia – O Hospital VITA Batel está inscrito no Programa Internacional de Excelência em Cirurgia Bariátrica pela Surgical Review Corporation (SRC), que é integrante da sociedade americana de cirurgiões. De acordo com Dr. Rodrigo Fontan, cirurgião do aparelho digestivo e gerente médico do hospital, durante 12 meses, tendo iniciado em maio de 2011, o VITA Batel encaminhará informações de todas as cirurgias bariátricas realizadas no hospital à organização. Além disso, será feito acompanhamento dos pacientes por cinco anos, no intuito de monitorar os resultados dos tratamentos a longo prazo.
 
Mais informações:
 
Obesidade - Caracteriza-se pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, que traz prejuízos à saúde do indivíduo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) projetou que em 2005 o mundo teria 1,6 bilhão de pessoas, acima de 15 anos de idade, com excesso de peso e 400 milhões de obesos. A projeção para 2015 é ainda mais pessimista: 2,3 bilhões de pessoas com excesso de peso e 700 milhões de obesos. Isso indica um aumento de 75% nos casos de obesidade em 10 anos.
 
Diabetes do tipo 2 - Possui um fator hereditário maior do que no tipo 1 (não há produção de insulina). Além disso, há uma grande relação com a obesidade e o sedentarismo. Estima-se que 60% a 90% dos portadores da doença sejam obesos. A incidência é maior após os 40 anos. É cerca de 8 a 10 vezes mais comum que o tipo 1 e pode responder ao tratamento com dieta e exercício físico. Em outros casos, é necessário utilizar medicamentos orais e, por fim, a combinação destes com a insulina.
 
Fases da cirurgia – O Pré-operatório, primeira fase, exige mudança no hábito alimentar e mudança psicoemocional com o acompanhamento de psiquiatras. A segunda fase é a cirurgia, a estrutura, a equipe médica. E a terceira é o pós-operatório. É necessário o acompanhamento pós-operatório não só para perder peso como para manter a perda obtida.
 
“Obesidade sem Marcas” - Campanha desenvolvida pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica em prol da inclusão da cirurgia bariátrica e metabólica por vídeo laparoscopia no rol de procedimento obrigatórios da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). O objetivo é assegurar aos pacientes submetidos à redução do estômago o direito de poderem ser operados pelo método menos invasivo e mais seguro.
 
Surgical Review Corporation (SRC) – Fundada em 2003, é uma organização independente de cuidados com a saúde e administradora líder do centro de excelência (COE), programas de especialidades cirúrgicas. Os programas da organização estão focados em melhorar a segurança e a qualidade do atendimento ao paciente e reduzir os custos totais associados a um tratamento bem-sucedido.
 
A SRC administra cinco centros de excelência (COE), com programas para a especialidade de cirurgia bariátrica e metabólica. Quatro programas são específicos para cada país e são geridos em nome de sociedades profissionais nos EUA, Canadá, Brasil, Índia e México. Cirurgiões e hospitais nesses países são elegíveis para participar no programa da sua sociedade.
 
O programa do International Center of Excellence for Bariatric Surgery – ou Centro Internacional de Excelência em Cirurgia Bariátrica – (ICE) foi criado pelo SRC para avaliar cirurgiões e hospitais localizados em países que não têm programas próprios. Mais especificamente, os cirurgiões e hospitais nos EUA, Canadá, Brasil, Índia e México devem aplicar por meio do programa de seu país, não através do programa ICE.
 
Mais de 1.100 cirurgiões bariátricos e 600 instalações em todo o mundo estão atualmente designadas ou aprovadas para o status provisório por meio de um dos programas COE que a SRC administra.

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Veja mais Noticias:

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.