Uso de adoçante pode aumentar desejo por doces e alimentos calóricos - Diabetes, Vida e Comunidade

Uso de adoçante pode aumentar desejo por doces e alimentos calóricos

23/09/2013 - Terra


Optar por bebidas diet e usar adoçantes artificiais pode aumentar o desejo por açúcar, segundo estudo feito pela Universidade de Medicina de Yale. Isso acontece porque os adoçantes enganam o paladar, mas não o cérebro. Os alimentos ricos em açúcar provocam uma sensação de prazer, pois induzem a liberação de dopamina no cérebro, mas os adoçantes artificiais não surtem o mesmo efeito.

Com isso, as pessoas que substituem o açúcar tendem a sentir compulsão por ele em algum momento. A descoberta “implica que os seres humanos que fazem dietas em um estado de fome são mais propensos à recaída e à escolha de alimentos de alto teor calórico”, disse o professor Ivan de Araújo, da Universidade de Medicina de Yale.

Por isso, ao invés de cortar o açúcar, disse ele, é melhor consumir quantidades pequenas, enganando o cérebro para produzir uma resposta de prazer. A constante liberação de dopamina vai evitar a fissura por açúcar. A pesquisa foi feita em ratos, usando uma combinação de testes comportamentais, envolvendo adoçantes e açúcares, além da medição das respostas químicas nos circuitos cerebrais de recompensa.

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.