Relação da adiponectina com o ganho de peso

16/10/2013 - A Tarde


A adiponectina é um hormônio secretado pelos adipócitos relacionado com o surgimento de diabetes tipo 2, síndrome metabólica e doenças cardiovasculares. Ela é reconhecida por ter um papel crucial na regulação da sensibilidade à insulina com ação antiinflamatória e antiaterosclerótica. Estudos com ratos demonstraram que aqueles que apresentavam baixos níveis de adiponectina estavam mais sujeitos a desenvolverem resistência insulina hepática severa.

Por isso os pesquisadores e a indústria cogitam a terapia "medicamentosa" de adiponectina. Estudos mostraram que a adiponectina melhora a atividade da insulina através do aumento da AMPK (controla a síntese de colesterol e de triglicerídeos) e da inibição da gliconeogênese (produção de glicose) hepática. Além disso ela age no aumento da produção de óxido nítrico (vasodilatador) e na diminuição de substâncias pró-inflamatórias como a PCR e a IL6.

Alguns estudos relatam que a atividade física crônica em diferentes intensidades praticada por indivíduos obesos ou soprepeso tiveram uma alteração no peso corporal, uma melhora na sensibilidade a insulina e um aumento dos níveis sanguíneos de adiponectina.
A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!

398 Usuários On-Line




Surgyplast


Novos Associados

Bem-vindos:

  • Solange - SP
  • Carla - RJ
  • Marconi - PE
  • Silvia - SP
  • Johnas - BA
  • Angela - MS
Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum