Moradores denunciam falta de medicamentos em UBS de Suzano - Diabetes, Vida e Comunidade

Moradores denunciam falta de medicamentos em UBS de Suzano

04/05/2014 - G1


A falta de medicamentos na Unidade Básica de Saúde (UBS), no bairro Casa Branca, em Suzano (SP), preocupa moradores que precisam destes remédios diariamente. Etiene Leite e a mãe dela são portadoras da diabetes. Toda semana elas recolhem na unidade insulina, seringas para aplicação da insulina, além de medicamento para controle da pressão arterial, no caso da mãe. Etiene conta que a falta destes medicamentos já dura mais de 2 meses.
O tema desta reportagem foi sugerido por um leitor pela ferramenta de jornalismo colaborativo VC no G1. Você também pode participar enviando sua colaboração. Saiba como.

Etiene, 25 anos, explica que tem a diabetes do tipo 1. Segundo ela, fica difícil comprar a seringa já que está desempregada. Ela contou que um pacote com dez dura cerca de três dias. Para que possa economizar, neste período ela tem utilizado a mesma seringa de manhã e à tarde. Ela contou em entrevista ao G1 que uma médica da unidade disse que ela poderia usar a mesma seringa durante uma semana, mas que preferiu não seguir as instruções. “Fiquei com medo, prefiro tirar a dúvida na minha próxima consulta em São Paulo”, diz ela que faz tratamento na capital de três em três meses.

Segundo a internauta, quando chega à UBS é informada que os medicamentos estão em falta, mas não são dadas justificativas. “Como precisamos todos os dias, pedimos ajuda a parentes e damos um jeito de comprar”. Já a mãe, que tem diabetes tipo 2, acaba substituindo o tratamento de injeção por medicamento via oral.

Outras pessoas também têm encontrado dificuldade em conseguir os medicamentos gratuitos na UBS da Casa Branca. É o caso da dona de casa Mônica Regina Inoue dos Santos, que também falou com o G1. A mãe, de 71 anos, e o irmão dela precisam diariamente de um medicamento que faz o controle do colesterol. A falta, segunda ela, já tem pouco mais de um mês. “Fui lá hoje e não tinha, também procurei no centro da cidade e também não achei, dizem que na farmácia popular também está em falta”, conta.

Como eles não podem deixar de usar o medicamento a solução foi comprar. Uma caixa custa cerca de R$ 27 e vai durar apenas 15 dias. “Se não chegar já tenho que procurar de novo e como há outros medicamentos que minha mãe toma fica difícil comprar tudo. Imagina você não ter uma coisa que é de direito seu? Isso tem acontecido sempre”, revela.

De acordo com Mônica, há outros moradores passando pelo mesmo problema. “Eu ouço muitas reclamações da falta de medicamentos nos postos. Isso sempre acontece, quando não é um é outro. E nunca nos passam uma previsão de quando os remédios vão chegar”, conclui a internauta.

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.