Pistache para proteger o coração de pessoas com diabetes - Diabetes, Vida e Comunidade

Pistache para proteger o coração de pessoas com diabetes

25/07/2014 - MdeMulher


Pesquisadores da Universidade Penn State, nos Estados Unidos, pediram a 30 indivíduos com diabetes tipo 2 que seguissem uma dieta equilibrada. Uma parte, porém, comeu entre 60 e 140 gramas desse petisco todos os dias. Após quatro semanas, os cientistas viram que a turma que ingeriu as oleaginosas se saiu melhor em vários quesitos essenciais para a saúde do peito, como a medida da pressão arterial. “Graças à sua gordura monoinsaturada, o pistache ajuda a diminuir o colesterol LDL, ruim para a as artérias, e a dilatar os vasos sanguíneos”, atesta a nutricionista Claudia Yukari Matsunaga, do Hospital Samaritano de São Paulo. Efeitos, convenhamos, bem-vindos a todos, com ou sem diabetes. “Mas precisamos de mais estudos para cravar que o pistache reduz mesmo o risco cardíaco”, diz a especialista.


O que considerar antes de comer pistache

Presença de sódio
Vários dos pistaches vendidos por aí levam muito sal, um financiador de piripaques cardíacos. Não abuse.


Doenças renais
O alimento possui um monte de potássio e fósforo, minerais que, se consumidos em excesso, sobrecarregam os rins de pessoas com defeitos no órgão.

 

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.