Cirurgia bariátrica é utilizada para combater o diabetes - Diabetes, Vida e Comunidade

Cirurgia bariátrica é utilizada para combater o diabetes

12/08/2014 - Paranashop


A cirurgia bariátrica é reconhecida no tratamento da obesidade mórbida, mas também proporciona outros benefícios a doenças provenientes do excesso de peso, como a hipertensão arterial, o colesterol, alterações cardíacas e, principalmente, o diabetes tipo 2, doença que atinge 6,4% da população brasileira.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a obesidade já atinge mais de 400 milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde, pelo menos 3,5 milhões de pessoas estão em estado de obesidade mórbida, ou seja, estão com pelo menos 40 quilos acima do peso corporal ideal.

“As doenças relacionadas a obesidade, principalmente o diabetes, sofrem alterações positivas antes mesmo do paciente perder um peso considerável. Esses benefícios acontecem pois a cirurgia provoca uma alteração hormonal no paciente”, explica o cirurgião Dr. Bruno Zilberstein, do Núcleo de Gastroenterologia do Hospital Samaritano de São Paulo.

Estudos revelam que cerca de 90% dos pacientes com diabetes tipo 2 conseguem controlar o problema após a cirurgia metabólica, não precisando mais de aplicação de insulina ou remédios para controlar a doença.

“A cirurgia do diabetes melhora a sensibilidade à insulina nos pacientes e a habilidade do corpo de aproveitar a glicose na corrente sanguínea. A sensibilidade à insulina é prejudicada em pessoas com diabetes tipo 2, resultando no acúmulo de açúcar no sangue”, explica o médico do Hospital Samaritano de São Paulo.

Atualmente a cirurgia é recomendada quando o índice de massa corporal (IMC) é maior que 40kg/m², em pessoas com idade superior a 18 anos. O procedimento pode ser recomendado ainda se o IMC estiver entre 35 kg/m² e 40kg/m² e o paciente sofrer com doenças relacionadas a obesidade.

Sobre o Hospital Samaritano de São Paulo
Um dos principais centros de excelência em saúde do País, o Hospital Samaritano de São Paulo completa 120 anos de atividades em 2014.

Fundado em 25 de janeiro de 1894, nasceu como primeiro hospital privado da capital paulista e hoje é uma das poucas instituições de saúde que permanece em atividade, em duas passagens de séculos, com recursos do próprio negócio.

É um hospital especializado em Cardiologia, Gastroenterologia, Neurologia, Ortopedia, Oncologia, Urologia e Ginecologia, Obstetrícia e Perinatologia, com atendimento completo e integrado aos pacientes, com acompanhamento em todas as etapas do tratamento.  Além disso, oferece Serviço de Emergência Especializada 24 horas em Ortopedia, Cardiologia, Neurologia e Trauma.

O Complexo Hospitalar do Hospital Samaritano conta com 19 andares, 310 leitos de internação e Unidade de Terapia Intensiva, além de um Centro Cirúrgico com ­16 salas para a realização de procedimentos de alta complexidade.

Desde 2004, é certificado pela Joint Commission International (JCI), um dos mais importantes órgãos certificadores de padrões de qualidade hospitalar no mundo.

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.