Portugal: Perder calorias e evitar diabetes? Durma nu - Diabetes, Vida e Comunidade

Portugal: Perder calorias e evitar diabetes? Durma nu

27/11/2014 - Observardo PT


Dormir com uma temperatura ambiente amena, a rondar os 19.ºC, ativa um tipo de gordura no corpo que queima calorias e aumenta a sensibilidade à insulina. E dormir nu é uma das hipóteses de o fazer.

Calma, ainda estamos no outono. Mas imagine que o inverno chega e, com ele, as temperaturas arrastam-se para baixo. O frio vai espreitando cada vez mais. Começa-se a tirar o pó aos aquecedores e a tirar dos armários os cobertores, pesados, para dar mais peso à cama. Vale tudo para, à noite, o frio não se ficar a rir. Certo? Talvez não. É um estudo, aliás, que o sugere. E até se baseia num argumento forte — porque dormir com baixas temperaturas faz bem à saúde. E não só.

Comecemos pelos facos. O corpo reduz a temperatura cada vez que uma pessoa adormece ou está lá perto, de modo a dar um sinal ao cérebro de que é hora de dormir. Fá-lo em cerca de meio grau centígrado. Logo, aquecer o corpo ou a temperatura ambiente que o rodeia, mesmo que lógico para a pessoa, será contraproducente para o corpo. É o que diz um estudo recente da Sleep Foundation, uma entidade norte-americana dedicada ao estudo do sono.

Isto porque, quando uma pessoa adormece num ambiente frio ou ameno, o corpo parece ativar o tecido adiposo castanho, um tipo de gordura que, lá está, é utilizado para regular a temperatura — queimando calorias enquanto o faz. Como se descobriu isto? Através de uma experiência, conduzida por Francesco S. Celi, perito em endocrinologia e metabolismo, cujos resultados foram publicados no Diabetes, um jornal científico dos EUA.

O comportamento de sono dos corpos de cinco jovens adultos foi estudado durante quatro meses. No primeiro, dormiram todas as noites num quarto com a temperatura de 24.ºC. No segundo já seria de 19.ºC, antes de voltar aos 24.ºC e, depois, aumentar para os 27.ºC. E os resultados mostraram que, no segundo mês, o dos 19.ºC, o volume de gordura castanha nos cinco indivíduos registou valores quase duplamente superiores aos dos restantes meses.

Ou seja, mais calorias se queimaram. E mais: a sensibilidade à insulina também aumentou durante o segundo mês. O que é bom para evitar a diabetes. “A gordura castanha produz até 300 vezes mais calor face a qualquer outro órgão, logo se for possível mantê-la ativa durante um longo período de tempo, é menos provável que o corpo use energia em excesso”, explicou Michael Symonds, professor de psicologia da Universidade de Nottingham, citada pela Yahoo.

E o especialista defendeu que é benéfico fazer “tudo o que se possa para ativar” este tipo de gordura no corpo. “Como reduzir a termóstato do aquecedor ou dormir com uma temperatura ambiente mais reduzida”, sugeriu. Ou mais ainda — dormir nu, já que, com menos roupas, o corpo é capaz de regular melhor a própria temperatura.

Já dizia Marylin Monroe, que uma vez afirmou dormir apenas com uma gota do perfume Chanel n.5 no corpo. E nada mais.

 

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.