Paulo Martins Tollini - Diabetes, Vida e Comunidade

Paulo Martins Tollini

12/09/2002 - Comunidade DiabeteNet.Com.Br


Dia 12 de setembro completa-se um ano do falecimento do Paulo. As demonstrações que a família recebeu por ocasião do seu enterro e, posteriormente de leitores do DIABETES ON LINE, mostram que é grande o número de pessoas que sentiram a partida do Paulo. Acreditamos que o Paulo fez por merecer a amizade e o respeito de tantas pessoas.

Para a família e para seus amigos, fica o exemplo de coragem e determinação. Coragem caracterizada pelo fato do Paulo, dos 11 aos 38 anos, nunca haver emitido o mais leve sinal de queixa pela sua situação. Determinação, desde menino, porque tratou de entender o que era diferente nele e o que devia fazer para cuidar adequadamente de sua condição. Ainda adolescente, aprendeu toda a bioquímica do açúcar no organismo. Adulto, alcançou bom nível de conhecimento científico, para um leigo, sobre diabetes. Como disse um notável médico clínico e pesquisador americano, Robert Ratner, o Paulo era um paciente que o estimulava pelo tipo e nível das perguntas que fazia.

Como dissemos no último número do DIABETES ON LINE, "foi um grande esforço de pesquisa da informação, conduzido solitariamente, horas a fio, durante meses, por uma única pessoa: PAULO TOLLINI. Tratava-se de iniciativa particular e individual de um engenheiro mecânico, de Brasília, acometido da deficiência ainda na pré-adolescência, e pai de uma criança diabética."

Sentimos que nada disso foi em vão. Pelo contrário. Sua dedicação ao assunto serviu para ajudar outras pessoas. Nos Estado Unidos, aos 13 anos, participou de acampamento para crianças diabéticas, onde era dos que mantinham sua diabete mais equilibrada e ajudava outras crianças que não tinham tido a oportunidade de aprender suficientemente. Daí, talvez, a idéia que teve de estudar medicina. Certamente seria um médico muito humano, que ajudaria a muitas crianças com diabetes.

Não queremos lastimar a morte do Paulo. Aceitamos plenamente a vontade de Deus que, em Sua Sabedoria, o levou para junto Dele. Queremos honrar sua memória sendo fortes como ele. Queremos ser gratos por termos tido o Paulo por todos esses anos. Seus filhos, Pedro e Gabriel, certamente honrarão o pai.

Disse também a família no último número do DIABETES ON LINE: "Como pai zeloso, ao mesmo tempo em que buscava o que de melhor e mais moderno pudesse existir no trato da diabetes, o Paulo se informava do andamento das inúmeras pesquisas existentes na área. O sonho era não ter que ver o filho passar pelo que ele havia passado e, se possível, ajudar a adiantar o futuro. Partilhar o resultado de suas pesquisas com outras pessoas interessadas era o caminho natural para alguém que ainda planejava cursar medicina, especializando-se em endocrinologia, de modo a poder ajudar ainda mais pessoas em situação semelhante à dele e à de seu filho."

Esse sonho não morreu. A memória do Paulo ficará com seus amigos, com seus leitores do DIABETES ON LINE, com todos os que o ajudaram na sua caminhada. Seu sonho também persistirá com seus companheiros de diabetes. Sempre haverá outros "Paulos", prontos a usar seu tempo de lazer para aprender e para ajudar o próximo. Essa é nossa esperança.

A imagem de um Paulo forte, determinado e positivo não passa. Apesar da falta de explicações para a sua morte, a família acredita na capacidade e na perícia técnica de médicos e pesquisadores que trabalham nesta área e deseja que os acontecimentos dos últimos dias de vida do Paulo sirvam de aprendizado para que os procedimentos com novos pacientes sejam aperfeiçoados. Vários médicos, parentes e amigos da família estão buscando explicação para o acontecido com Paulo. O importante é que, mais uma vez, mesmo na morte, o Paulo pôde estar ajudando a outros, na medida em que os procedimentos médicos se aprimorem e permitam salvar vidas preciosas.

A brava luta do Paulo em prol da cura do diabetes teve sempre como arma a informação, importante instrumento para a disseminação do conhecimento. É nosso desejo que o acontecido com ele não sirva como fator de desânimo à comunidade diabética. Esperamos que, conforme demonstravam seus constantes boletins, a comunidade acredite que dias melhores virão.

A Família do Paulo Martins Tollini
A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

  • celia
    01/10/2011 - 23:39

    Apesar de está chegando hoje na comunidade,não li nenhum artigo do doutor Paulo Martins,mas pelo pouco do que li nesse depoimento,mesmo após algum tempo de ter sido publicado,acredito que o esforço que foi feito por ele não foi em vão,que o bem que fazemos nos acompanhará onde quer que esteja-mos.

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Depoimentos
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.