Ajuda pros diabéticos - Diabetes, Vida e Comunidade

Ajuda pros diabéticos

12/12/2015 - Caçadores Paraná Online


Ao acompanhar as dificuldades do pai e da mãe em seguir o tratamento contra o diabetes, o ex-motorista de ônibus Armando Ferreira de Souza Filho já imaginava que poderia desenvolver a doença, visto que a predisposição genética é um dos fatores ligados à dificuldade em produzir insulina. Aos 34 anos, foi diagnosticado com diabetes tipo 2 e, em 2007, precisou se aposentar por causa da enfermidade. Em vez de se recolher ao tratamento, abriu as portas da sua casa, que desde então é sede da Associação dos Diabéticos e Hipertensos do Sítio Cercado.

Hoje, aos 54 anos, é o presidente da entidade, que tem como principal objetivo orientar pessoas diagnosticadas com diabetes sobre como seguir o tratamento indicado pelos médicos e providenciar melhores condições neste processo. Ele destaca, por exemplo, o desconhecimento de muitos sobre a lei federal 11.347, de 2006, que garante a distribuição gratuita de medicamentos e materiais necessários à sua aplicação via Sistema Único de Saúde (SUS). “Muitas pessoas têm dificuldades para comprar esses remédios e não sabem que podem recebê-los gratuitamente. Quando o SUS não fornece, indicamos os caminhos para garantir esse direito assegurado”, fala. A associação conta com outros articuladores, todos voluntários.

A associação atende em média 150 pacientes diagnosticados com diabetes nas 12 unidades de saúde da região. “Em apenas uma dessas unidades, temos cadastradas 485 pessoas”, diz. A entidade também promove palestras sobre o melhor convívio com a doença e faz visitas aos casos mais críticos – a diabetes é a causa mais frequente de amputação de membros inferiores, medida extrema que, em boa parte dos casos, pode ser prevenida. Uma vez por semana, o local é um dos pontos de distribuição de alimentos do Banco de Alimentos da Ceasa e, semanalmente, repassa, sem custo algum, cerca de 400 quilos de frutas, verduras e legumes a moradores vizinhos.

Quem pode ajudar?

A Associação dos Diabéticos e Hipertensos do Sitio Cercado mantém suas atividades sem recursos externos e conta com parcerias, como a participação de trabalho voluntário e a colaboração do Ministério Público para auxiliar os pacientes a entrar com ações para garantir seus medicamentos, quando necessário.

O presidente da entidade, Armando Ferreira de Souza Filho, conta que, não raro, ele e outros colaboradores usam verba própria para manter as atividades e que toda ajuda é bem-vinda. “E não estou falando só de dinheiro. Às vezes, receber um toner de tinta para a impressora ou papel é muito útil. Gastamos bastante combustível para fazer as visitas. Gostaríamos de ter mais parceiros para manter esse serviço à comunidade”, revela.

Serviço: quem se dispor a colaborar com as atividades da Associação dos Diabéticos e Hipertensos do Sitio Cercado pode entrar em contato pelo telefone (41) 3265-4453. O endereço é Travessa Selvino Caramori, 8, Sítio Cercado.

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.