Parnaibanos com diabetes terão atendimento prioritário na rede municipal de Saúde - Diabetes, Vida e Comunidade

Parnaibanos com diabetes terão atendimento prioritário na rede municipal de Saúde

23/12/2015 - cidadeverde.com


Prioridade para portadores de Diabetes passará a ser obrigatória na Rede Municipal de Saúde de Parnaíba. É o que determina a nova Lei (Lei n° 3.048, de 20 de novembro de 2015) sancionada pelo Prefeito Florentino Neto e publicada no Diário Oficial do Município. O projeto de Lei foi de autoria do Vereador Gustavo Lima.

Com a Lei, ficam obrigados os hospitais públicos e particulares, clínicas, postos de saúde e de coleta credenciados à Rede Municipal de Saúde, oferecer atendimento prioritário aos portadores de Diabetes Mellitus, na realização de exames que precisam ser feitos em caráter de jejum total ou pós-prandial.

Gustavo destaca a conquista desse direito, pois era um problema que as pessoas com a doença passavam, já que dependendo do horário de atendimento, os exames poderiam ter distorções em seus resultados. “Quanto mais tempo passar do horário recomendado, maior irá ser a diferença entre o exame e o real situação do paciente, além de correr o risco de um quadro de hipoglicemia e outros danos à saúde” explica.

Da Editoria de Cidades cidades@cidadeverde.com
A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Veja mais Noticias:

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!


Surgyplast


Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Novembro - 2017
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

© Copyright 1997-2017 - e.Mix

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.