Noticias

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

5 alimentos para diminuir o índice glicêmico e reduzir medidas

23/09/2013 - Pure Trend

A primavera é tempo de renovação: tanto do guarda-roupa, que com as tendências já tomam conta das ruas, como também dos hábitos alimentares para estar com a saúde em dia e a silhueta pronta para o verão. Por isso o Puretrend selecionou 5 alimentos para reduzir o índice glicêmico e "de quebra" reduzir medidas.  O índice glicêmico - IG - se refere à velocidade com que os carboidratos sintetizados em glicose chegam à corrente sanguínea. Por isso, dizemos que o metabolismo é lento ou acelerado. Quando consumimos alimentos com IG elevado isso quer dizer que suas moléculas serão rapidamente convertidas em glicose, isso leva a produção de insulina pelo pâncreas para manter a glicemia equilibrada. Se a alimentação é rica em itens dessa natureza isso pode ocasionar muita produção de insulina, podendo causar de altos níveis de glicose que se tornariam imunes à insulina. Diante disso, pode se configurar casos de diabetes tipo II.

Além de prejudicar a saúde, outro fator que preocupa bastante em relação ao consumo de substâncias com IG elevado, principalmente, as mulheres são os quilinhos a mais. Com altos índices de insulina no sangue, a "falta de açúcar" é detectada e a sensação de fome é acionada, fazendo com que a pessoa coma mais.

Confira as dicas de alimentação para regular seu IG e manter o corpo em forma para o verão

Batata Yacon

Esse alimento tem ganhado cada vez mais espaço na mesa do brasileiro. Originário da Cordilheira dos Andes, esse tubérculo tem propriedades que melhoram a saúde e ainda eliminam medidas. Apesar de ser um carboidrato, suas moléculas são mais complexas do que o amido, encontrado em massas, por exemplo, o que diminui o tempo de absorção pelo organismo. Com isso, possui baixo IG, o que ajuda a regular a glicemia no sangue. Esse benefício se deve a uma substância (frutooligossacárico) que age de forma semelhante às fibras em nosso corpo. Suas moléculas são mais difíceis de serem quebradas o que faz com que a glicose demore mais para chegar ao sangue.

Soja

Os benefícios da soja já são mais do que conhecidos. Melhora o funcionamento das artérias cardiovasculares; graças aos fitoestrógenos, previne câncer de mama e reduz o risco de osteoporose; inibe a absorção de colesterol "ruim" (LDL) pelo intestino estimulando a produção de colesterol "bom" HDL e ainda reduz o IG do sangue.

Abacate

Banido durante muito tempo das dietas para quem busca emagrecer , o abacate voltou a ser visto como uma fruta saudável. A gordura monoinsaturada presente nesse alimento é vital para o bom funcionamento do organismo. O consumo recomendado é de cerca de duas a três colheres de sopa por semana, que seriam suficientes para diminuir os índices de LDL e aumentar o HDL, reduzindo o IG e eliminando medidas.

Farelo de aveia

Esse cereal nunca sai de moda e continua no topo da lista dos alimentos mais benéficos à saúde. Sua atuação na regulação intestinal ajuda a manter seu abdómen livre de constipações, além de ajudar a pele a estar sempre lisinha. A betaglucana é um dos componentes responsáveis por esse benefício. Essa fibra solúvel forma uma espécie de gel no intestino interferindo na absorção de colesterol e carboidratos.

Cogumelos

De shiitake a portobello, passando por shimeji e cogumelo-paris, assim como esses alimentos apresentam uma grande variedade de tipos, também apresentam uma gama de benefícios para a saúde, além de contribuir para o emagrecimento. Ricos em proteínas e vitaminas, os cogumelos possuem baixo índice glicêmico e ajudam bastante em manter sensação de saciedade por mais tempo. Seu alto teor de ácido fólico ajuda a prevenir doenças cardiovasculares e doenças degenerativas. Seus benefícios também estão relacionados à complementação de tratamentos de doenças lúpus e câncer.