Noticias

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Portugal: Plano Regional de Saúde Contempla 22 ações específcas para Diabetes e Obesidade

27/06/2014 - Local PT

O Secretário Regional da Saúde revelou hoje, na Horta, que o Plano Regional de Saúde para o triénio 2014-2016 vai contemplar 12 ações específicas para a diabetes e 10 para a obesidade, especificando que as ações previstas contemplam diagnóstico, rastreio sistemático da retinopatia diabética e implementação de uma consulta multidisciplinar no centro de saúde de referência.

“Para que não sejam objetivos abstratos, estão a ser definidos indicadores muito concretos de validação destas ações, a par de um levantamento mais preciso do número de diabéticos em cada localidade”, afirmou Luís Cabral, que falava na sessão de abertura do 10.º Curso de Diabetes, que decorre no Hospital da Horta, acrescentando estar convicto “que se vão criar condições para uma intervenção mais decisiva nestas áreas”.

Luís Cabral salientou que a diabetes em Portugal tem grandes implicações “sobre a saúde, o bem-estar e os gastos no orçamento das famílias”, constatando-se também que os Açores estão expostos, do mesmo modo, “às tendências alimentares e aos maus hábitos de sedentarismo, responsáveis por um grande número de doenças crónicas associadas”.

O Secretário Regional revelou ainda que o inquérito levado a cabo junto de 4.100 crianças, dos 6 aos 9 anos de idade, em 142 escolas dos Açores, mostrou que 70% tinham um peso normal e 30% tinham excesso de peso, das quais 16,4% eram obesas.

No mesmo trabalho, que se insere na participação dos Açores no estudo Sistema de Vigilância Nutricional Infantil, desenvolvido pelo Gabinete da Organização Mundial de Saúde (OMS) na Europa, constata-se igualmente que na Região “os valores de obesidade e excesso de peso são mais elevados para os rapazes que nas raparigas”, frisou Luís Cabral.

Para fundamentar estes indicadores, Luís Cabral disse que foi pedido aos pais dessas 4.100 crianças que respondessem a um inquérito sobre os seus hábitos alimentares, estando estes dados a ser cruzados “com os tipos de alimentação e com as situações de sedentarismo e agora também com o peso à nascença”.

O Secretário Regional da Saúde sublinhou ainda que o Curso de Diabetes da Consulta de Medicina e Diabetes do Hospital da Horta, uma iniciativa que decorre há 20 anos, tem trazido ao Faial especialistas nacionais e internacionais “que podem dar um importante contributo no sentido de melhorar a formação dos profissionais de saúde que trabalham nesta área” nos Açores.