Noticias

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Cresce em 13% atendimentos a pacientes com diabetes

01/08/2014 - Bonde

Ministério da Saúde apresentou os impactos do programa na assistência à população em seminário com gestores de municípios da região de São José dos Campos.

Em menos de um ano, a iniciativa ampliou em 2.187 o número de médicos nas cidades paulistas, beneficiando 7,5 milhões de pessoas.

Em menos de um ano, o Programa Mais Médicos já impacta na assistência à população dos municípios do estado de São Paulo.

Levantamento feito pelo Ministério da Saúde em cidades paulistas aponta crescimento de cerca de 13% no número de atendimentos a pacientes com diabetes. Por meio do Programa, o estado ampliou em 2.187 o número de médicos atuando na Atenção Básica de 344 municípios.

O Ministério da Saúde atendeu 100% da demanda por médicos apontada pelos municípios e superou a meta inicialmente estabelecida. Atualmente, o Mais Médicos garante assistência médica nas unidades básicas de saúde para mais de 7,5 milhões de paulistas.

Os impactos do Programa no estado foram apresentados pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro, nesta sexta-feira (1º), em São José dos Campos, durante o Seminário Mais Médicos para o Brasil, Mais Saúde para os Brasileiros.

O evento reuniu prefeitos e secretários de saúde dos municípios da região. "Os Mais Médicos já está fazendo toda a diferença, aumentando o número de consultas e acompanhamentos de pacientes em todo o país, além de reduzir encaminhamentos para hospitais, o que demonstra que atenção básica quando é bem feita resolve cerca de 80% dos problemas que levam alguém procurar serviços de saúde, inclusive desafogando as emergências e os prontos-socorros dos hospitais", afirmou o ministro.

Esse é um dos vários seminários que estão sendo realizados pelo governo federal em todo país para debater com gestores públicos os primeiros impactos do Mais Médicos na assistência da população que vive nas cidades beneficiadas pela iniciativa.

Levantamento feito pelo Ministério da Saúde em mais de dois mil municípios que contam com pelo menos um médico do Programa servirão de base para essa discussão. São dados dos sistemas de acompanhamento da atenção básica (Siab e eSUS), alimentados pelas secretarias de saúde de todo o país.