Noticias

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Mudanças de estilo de vida podem ajudar a prevenir câncer de pâncreas

23/07/2014 - Segs

Estudo inglês revela que quatro em cada 10 pacientes poderiam evitar a doença se mantivessem o peso saudável e abrissem mão do cigarro.
 
Pesquisa realizada pela Câncer Research UK, no Reino Unido, aponta que quatro de cada 10 casos de câncer de pâncreas poderiam ser evitados se o tabagismo fosse deixado de lado. O estudo também identificou como fatores de risco o consumo regular de alimentos gordurosos, de carne vermelha e, principalmente, de bebidas alcoólicas.
 
São contabilizados 145 mil novos casos de câncer de pâncreas e cerca de 139 mil mortes por ano, segundo a ONU (Organização Mundial de Saúde).
 
O Dr. Gilberto Lopes, oncologista e coordenador do HCor Onco afirma, "O diagnóstico da doença costuma ser difícil, já que não há exames para rastreamento de câncer no pâncreas. Em geral, a doença só é diagnostica quando pacientes apresentam alguns tipos de sintomas, que é quando o câncer já está avançado e as possibilidades de cura são menores", explica.
 
Fumantes, pessoas com histórico familiar e portadores de pancreatite têm pré-disposição para desenvolver câncer de pâncreas. "Contudo, há vários grupos de pesquisa investigando se alguns exames de imagem, sangue ou fezes, podem levar a um eventual diagnóstico precoce da doença", esclarece Gilberto.
 
O pâncreas é responsável pela produção do hormônio que controla o nível da glicose na corrente sanguínea e, além disso, pelas enzimas que agem na digestão de alimentos. Por isso, “Deixar de lado o cigarro, ter uma alimentação balanceada e controlar o peso são atitudes que certamente irão reduzir o risco de câncer de pâncreas, que atualmente ocupa o oitavo lugar entre os tipos mais fatais da doença”, recomenda o coordenador do HCor Onco.