Noticias

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Amapá: Alunos diabéticos e obesos podem ter merenda escolar diferenciada

04/01/2015 - Olhar Direto

Alunos diabéticos, obesos e com intolerância ao glúten, estudantes da rede pública estadual do Amapá, poderão ter um cardápio diferenciado a partir de 2015. Um projeto de lei aprovado na Assembleia Legislativa em dezembro de 2014 obriga as escolas a fornecerem merenda diferenciada para portadores das doenças. O projeto seguirá para a sanção do executivo, e, se aprovado, poderá valer ainda para o primeiro semestre deste ano.

De acordo com a matéria, a escolha do cardápio será feita e supervisionada por médicos e nutricionistas. Em algumas escolas do estado o procedimento já é realizado, embora não haja regulamentação.

Para o nutricionista João Carlos Medeiros, a medida vai ajudar na reeducação alimentar dos estudantes. Segundo ele, já existe uma lei federal que determina que as escolas façam a diferenciação da merenda de acordo com a modalidade de ensino.

O especialista disse, porém, que no caso dos alunos que têm diabetes, obesidade e intolerância ao glúten é necessário acompanhamento médico e nutricional contínuo.

"Para ocorrer essa medida em todo o estado é preciso um número maior de profissionais de nutrição e de saúde. Temos apenas 15 nutricionistas para atender às 428 escolas públicas. É uma demanda muito grande. Caso a lei seja aprovada, tem que haver novas contratações", alertou. O projeto é de autoria da deputada Raimunda Beirão (PSDB).